domingo, 22 de junho de 2008

CAPRICHO 927 - Não publicada


Essa coluna acabou não sendo publicada. Leia e descubram porquê.

MISSSÃO: INFILTRADO - FINAL DE FESTA

Sábado, 5:40 da manhã, Porto Alegre. Os pais de Sílvio foram para a praia e deixaram o terreno livre pro cara fazer a maior zona na casa. Eu fui convidado e pra descolar uma graninha extra, topei ser espião da CAPRICHO, me fingindo de bêbado caído no sofá. Olha só o que eu escutei e vi...

Eduardo — Pó, meu, foi muito maneira essa tua festa.

Sílvio — Só, mas tu vai ficar pra limpar a bagunça, não vai?

E. — Claro, brother, não sô de arregar, não, tá ligado?

S. — Então tá tri.

E. — E o Paulo, tu viu que cara mais otário?

S. — É, mas tu encheu ele de porrada. Foi muito tri. (risos)

E. — Enchi mesmo. (risos)

S. — Mas eu bem que te disse pra não convidar a mina dele. Pra que trazer sanduíche em banquete?

E. — Pra garantir, tá ligado? Mas nem precisou, tracei a Carol lá no quarto dos teus pais.

S. — Pó, cara, eu falei pra não entrar no quarto dos meus pais.

E. — Ih, quando entrei lá, já tava a maior bagunça.

S. — Tô ferrado.

E. — E tu, cara, ficou com quem?

S. — Com a Gi e a Lú. E foi lá no meu quarto. As mina tavam tri-chapada.

E. — Bah, meu, tu só conta mentira.

S. — Ah, é, pergunta só pro Sapo, ele viu, tá ligado?

E. — Vou perguntar mesmo.

Nesse momento os dois olham em volta. Os poucos que ficaram estão dormindo ou em coma alcoólico. Menos eu, que estou fingindo. Sílvio puxa Eduardo para junto dele.

S. — Vem cá, seu tezão, me dá um beijo.

Eles se beijam de língua. Depois de um longo tempo, eles desenrolam suas línguas.

E. — Pô, meu querido, até quando a gente vai ter que manter nosso namoro em segredo?

S. — Ai, não sei, meu amor.

Jerri Dias vai morrer e não vai ter visto tudo.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

O RETORNO DE JESUS CRISTO

video

Ele volta.
Mas fica ligado que ele não fica por muito tempo...

CAPRICHO 927


Desconfiada se está com uns quilinhos a mais ou a menos?

Pois acabe com suas dúvidas com o ...

TESTE DA BALANÇA

  1. Quando colocam uma Coca dois litros na roda, você...

a) Tem certeza que ninguém mais vai beber.

b) Pega a tampinha e só bebe o que couber nela.

c) Pergunta se não tinha Guaraná.

  1. Você pega a maior fila na Perua da Moda da CAPRICHO e no final nada serve. Você...

a) Começa a chorar.

b) Força as roupas até elas entrarem ou rasgarem.

c) Não liga. Só tinha roupa anos 80 mesmo.

  1. Você finalmente é apresentada para aquele gatinho. Ele...

a) Te olha de cima para baixo, da esquerda para a direita...

b) Não te enxerga.

c) Finge que não é com ele.

Mais A

Gordacha. Pois é, chegou aquele dia em que você vai ter que decidir entre ficar com a lata de leite condensado ou com a cream-cracker. Fica com os dois. Bolacha cream-cracker com leite condensado é uma delícia.

Mais B

Anoréxica. Chega um momento na vida em que viver de soro fisiológico não dá mais. Nesse momento, você morre.

Mais C

Nem gorda, nem magra, só chata.

Jerri Dias tem gordura no cérebro.

terça-feira, 17 de junho de 2008

CIDADÃO E BANDIDO É TUDO A MESMA COISA

Foto de Álvaro Andrade
alternamidia


Esses dias estava indo para casa e passei em frente ao Palácio do Piratini, casa atual da nossa governadora Yeda Crusius, que como alguns de vocês estão sabendo, está com sérios problemas envolvendo corrupção no DETRAN, conversas gravadas pelo seu vice Paulo Feijó onde se fala de partidos beneficiando-se de dinheiro de estatais e por aí vai. E já tem gente pedindo o impeachment da governadora. E diante de tudo isso, Yeda disse “''Mostrem que o povo gaúcho não confia no meu governo'' e poucos dias depois sai uma pesquisa mostrando que quase 70% dos gaúchos desaprova o governo. Parece até o Lula Lelé, que na época do mensalão e vários outros escândalos dizia não saber de nada.

Para saber mais sobre a crise:

http://ricardomourars.blogspot.com/2008/06/crise-no-piratini.html

Mas na verdade eu não quero falar disso, o que eu quero falar é uma coisa que acontece com quase todos os governos do mundo. Só que a coisa sempre parece pior quando as outras coisas não funcionam também. O que quero dizer é que ao passar em frente ao Palácio vejo uma pequena multidão de manifestantes, alguns membros de partidos de oposição, outros sem ligações partidárias, mas todo mundo lá para protestar contra a administração Yeda. Nada mais legítimo, nada mais democrático. Só que eu acho engraçado que num país desses, onde a criminalidade rola solta e raramente a gente vê um policial passar na nossa rua, seja dia ou seja noite, o governo rapidamente têm a disposição uns 100 policiais fortemente armados para vigiar uma multidão de cerca de 300 pessoas. Se você lembrar que a maioria daquelas pessoas são trabalhadoras que pagam impostos e estão ali porque se sentem enganadas pelo governo, vai perceber como governo vê o cidadão comum.

Imagine que você vai numa loja reclamar que não chegou a TV que você comprou e 2, 3 seguranças não te deixam entrar na loja, mas você pode ficar gritando na frente, talvez o gerente te ouça... Não seria o caso de chamar a polícia?! E porquê isso não vale quando é com o governo?!

Ou então, lembrando que quando tem qualquer passeata em oposição ao governo a polícia segue-a para ter certeza de que ela vai se comportar. Agora, quando a gente sai à noite e vê um outro bando suspeito rondado as ruas, aparece alguma viatura para ficar seguindo ou checar os caras?

Toda passeata que eu presenciei tinha muito policial atrás. Bandos suspeitos já vi dezenas e só umas 3 vezes vi a polícia por perto.

Nada contra os policias, que junto com os professores, são os funcionários púbicos mais maltratados pelos governos, mas o caso é que o governo não dá a mínima para gente como eu e você pois o que interessa a maioria daquela corja que diz nos representar é só amealhar poder e dinheiro. Eles parecem ter uma visão maniqueísta do povo: ou você é pagador de imposto ou criador de problema. E o governo não gosta de gente que reclama, que incomoda.

E falando nisso, vamos botar o CQC de volta no Congresso, que é para, pelo menos, aqueles vagabundos pagarem mico! Assinem lá no site:

www.cqcnocongresso.com.br

Em tempo, eu acredito que existam políticos honestos e com boas intenções. O diabo é que eles são tão poucos...

sexta-feira, 13 de junho de 2008

CAPRICHO 926


Cansado de pagar aluguel, resolvi ir morar com minha namorada na casa da sogrona.
Aqui vai o registro dos meus...


DIAS DE CÃO

1ª SEMANA
Como ninguém estava sabendo que eu estava me mudando, a mãe, o pai, o irmão, a irmã, o sobrinho e os cachorros estavam levando numa boa o fato de eu ficar por lá o dia inteiro.

2ª SEMANA
Depois de descobrirem que eu havia me mudado para lá, a família dela jogou alguns dos meus móveis na garagem. Devia ter esperado um pouco mais antes de transformar a sala em meu estúdio...

3ª SEMANA
Vieram me inquirir por quanto tempo eu pretendia ficar. Eu disse que a situação tava difícil lá fora, mas que estava jogando todo dia na loteria e que tinha me inscrito no próximo Big Brother Brasil.

4ª SEMANA
O sobrinho pentelho da minha gatinha agora deu pra espancar a nossa porta todo dia às 6 da manhã. Eu aposto o aluguel que eu não pago como ele está seguindo ordens da sogrona.

5ª SEMANA
O chato do irmão da minha bibuzinha agora deu pra mexer na minha coleção de gibis. E eles estavam trancados num baú com cadeado!

6ª SEMANA
A irmã da minha fofolete trouxe o namorado dela pra morar com a gente. Será possível que essa gentinha não se toca?

7ª SEMANA
O irmão da minha kitikiti também trouxe o namorado pra morar com a gente. Eu sabia que ele era gay!

8ª SEMANA
Os pais da minha neguinha trouxeram os respectivos amantes pra morar na casa. Agora eu sei porquê a minha pichuquinha faz terapia.

9ª SEMANA
Não deu. Tive que sair de lá. Tentei me mudar pra casa da minha mãe, mas descobri que os namorados (!) da galinha da minha irmã já tinham ocupado o meu quarto.

Jerri Dias está esperando ser chamado para morar na Casa dos Artistas.