terça-feira, 27 de dezembro de 2016

CARRIE FISHER ( 1956 - 2016)



Hoje se foi uma das pessoas que tornaram minha infância mais feliz e minha adolescência menos triste.

Que a Força esteja com ela.












BLADE RUNNER 2049 - Trailer


Impossível que a sequência chegue ao mesmo nível do original, mas nada impede que seja um grande filme por seus próprios méritos. O diretor Dennis Villeneuve já mostrou que é capaz.


SER GORDO É BONITO? - Ensaio

Arte do artista colombiano Fernando Botero.


Muito se tem falado sobre a autoestima de pessoas com excesso de peso, sobre se acharem bonitas, se aceitarem como são e que as pessoas as aceitem assim.

Mas os argumentos de que pessoas gordas podem ser felizes, que não se importam com a opinião dos outros, que são contra a ditadura dos padrões de beleza contemporâneos podem ser muito bacanas em termos de politicamente correto, mas falham miseravelmente quando confrontados com a evolução humana ou a medicina moderna.

Em termos evolutivos, não existiam pessoas com excesso de peso antes de nossa civilização se tornar sedentária. Ter que fugir de animais selvagens e enfrentar ou escapar de outras tribos hostis eram ações que exigiam um corpo em forma. Pessoas com excesso de peso ficavam para trás e eram presas fáceis. Já na era moderna, se sabe que apenas 10 kgs acima do peso basta para aumentar a probabilidade de algumas doenças. E para quem está com 20 kgs acima do peso, qualquer médico que se preocupe com seu paciente recomenda o início imediato de dietas e exercícios. E se a pessoa estiver com 30 kgs ou mais, ela provavelmente já desenvolveu uma ou mais doenças relativas ao peso. Leia aqui as diversas doenças e problemas que o excesso de peso pode ocasionar.



A imagem é um deboche, mas em qualquer situação de perigo real onde correr rápido faça a diferença entre viver e morrer, o excesso de peso pode lhe custar a vida.


Algumas pessoas sofrem de problemas hereditários que realmente pode deixá-las com excesso de peso, mas essa é uma porcentagem muito pequena da população. A maioria das pessoas gordas é simplesmente gorda porquê come demais. Algumas apenas porque gostam de comer e não sabem quando parar, outras, com problemas emocionais ou neuroses, buscam compensar suas carências e inseguranças com a comida. Assim como um alcoólatra faz com a bebida. Esses casos são mais complicados, mas ao se buscar ajuda psicológica, um processo de cura se inicia.

Então, diante da realidade, todos os argumentos de que ser gordo é bacana, legal ou aceitável, não encontram aceitação na medicina ou na própria história da humanidade. Se antigamente se faziam estátuas para pessoas gordas ou se achava pessoas acima do peso um belo padrão de beleza, era porque as  pessoas passavam muita fome e ter gordura no corpo significava que a pessoa tinha o que comer e talvez fosse realmente mais saudável naquela época até um certo ponto, porque quem não tinha o que comer costumava também adoecer e ficar anêmico.


 A maioria das pessoas tem dificuldade de se controlar diante da fartura de comida.
Comece a se impor limites nas refeições, especialmente em buffets, pizzarias e churrascarias. 


Isso de forma alguma quer dizer que pessoas com excesso de peso possam ser discriminadas de qualquer forma, mas tampouco se deve achar que essa é uma condição normal e aceitável do corpo humano, porquê não é. Mamíferos que precisam acumular gordura no corpo são apenas aqueles que vivem em condições extremas de frio. E todo mundo que possui um cão ou gato gordo em casa, sabe o quão limitado o animal fica para fazer suas atividades normais e costuma levar advertências do veterinário sobre o estado do bichinho.

O excesso de adolescentes com excesso de peso tem se tornado um problema de saúde no Brasil e isso, além dos problemas óbvios, também prejudica em muito sua autoestima em um período em que a sexualidade aflora e muitos deles se veem rejeitados pelo excesso de peso que seus pais foram relapsos em ensinar, cuidar e tratar.

Seria muito bom que a sociedade humana visse as pessoas pela caráter delas e não pela aparência, mas a humanidade age através de instintos e todo macho e fêmea procura parceiros sexualmente atraentes.
Como a humanidade hoje tem uma grande diversidade de pessoas, também existem àqueles que realmente se sentem atraídos por pessoas com excesso de peso, mas são uma minoria. O fato é que pessoas gordas, por mais inteligentes ou bacanas que sejam, quase sempre são preteridas no emprego e em relacionamentos, sem falar nas inúmeras dificuldades corporais do dia-a-dia. Uma pessoa gorda que precisa ser levada para um hospital ou atendida em um, demanda muito mais trabalho e dificuldades do que uma pessoa com um peso dentro da média. Tudo é mais complicado.





Agora a pergunta: vale a pena ser assim pelo prazer da comida? Algumas pessoas dirão que sim e será verdade, outras mentirão para si mesmas dizendo que está tudo bem quando na verdade gostariam de ter corpos melhores e mais oportunidades de emprego, de relacionamentos e até mesmo de lazer. A questão é, se você não tem um problema genético ou incapacitante que te impede de perder peso, porquê permanecer desse jeito? Procure descobrir as causas emocionais ou psicológicas que te levaram a ficar assim; consulte um terapeuta, um médico. No caso das mulheres, ninguém precisa ter corpo de modelo. Até porque a maioria delas não tem corpos normais, passam fome e algumas até parecem doentes. O correto é buscar manter um corpo em que você se sinta livre, confortável e com saúde. E poucas pessoas atingem isso com excesso de peso.

LEGIÃO - Nova série da Marvel


Criado para os quadrinhos por Chris Claremont e Bill Sienkiewicz, a nova série da Marvel se passa dentro do universo mutante da editora e segundo fontes, terá conexão com a franquia cinematográfica, mesmo essa ainda pertencendo a Fox.




sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

A MÚMIA - Trailer


Executivos da Universal discutindo sobre seu blockbuster para 2017.

- Ok, people, vamos fazer um novo filme da Múmia, mas agora ela terá os poderes de uma deusa capaz de acabar com a raça humana. Vamos colocar ela contra os Vingadores!
- Não dá, os Vingadores é da Marvel.
- Já sei, a Múmia contra os X-Men!
- Também não pode, é da Fox.
- Shit! Então coloca ela contra o Esquadrão Suicida!
- Warner. E o Esquadrão Suicida é uma bosta.
-  O que é que a gente tem, então?
- Tom Cruise.
- ...




COSPLAY - New York Comic Con


Os melhores cosplayers da New York Comic Con!

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

ANTES DE WATCHMEN - MINUTEMEN (Before Watchmen - Minutemen, EUA, 2012)

Arte de Darwyn Cooke.


Before Watchmen - Minutemen é parte de uma coleção de 9 volumes lançada pela DC COMICS para dar sequência à obra-prima Watchmen  contando a história pregressa de todos os heróis da saga de Moore e Gibbons. 

O Autor



Darwyn Cooke foi o autor escolhido para este álbum em particular especialmente por causa de seu trabalho com Era de Ouro da DC Comics em DC: A Nova Fronteira. Seu traço cartunesco, que lembra muito a animação Batman de Bruce Timm, traz tanto uma carga de nostalgia quanto inovação.



Sinopse

Hollis Mason, o Coruja  original, relembra suas aventuras com os Minutemen nos anos 40 ao mesmo tempo em que enfrenta dificuldades para publicar sua polêmica autobiografia nos anos 60.

A obra

Bem, custei para começar a ler esta série de volumes da DC que muitos criticaram como sendo caça-níquel (mas não são todas as publicações caça-níqueis?) e desrespeitosa à obra original. Bem, puristas de plantão sempre existirão e sempre é bom lembrar que a publicação de uma continuação de sua obra favorita não significa que a original será incinerada e ninguém mais terá acesso à ela. Uma obra não inviabiliza a existência de outra. Nem George Lucas conseguiu realizar esse feito, por mais que ele tentasse. Alan Moore também se meteu na polêmica e até mesmo disse que seus fãs que lessem Antes de Watchmen poderiam esquecê-lo. Bom, acho que agora acabaram-se minhas chances de ser amigo de Moore...


A bela sequência inicial em planos widescreen.


Começando pelas capas, a DC chamou praticamente todos os seus colaboradores para fazerem excelentes capas alternativas, resultando numa galeria ao longo dos 9 volumes que por si só daria uma publicação completa.  Não duvide se lançarem uma edição um dia desses.

Voltando aos Minutemen, tudo o que se leu em Sob o Capuz, livro fictício cujas páginas abrilhantavam ainda mais Watchmen, foi adaptado  por Cooke. A grande sacada de Cooke, nesse caso, foi mostrar que na verdade, Mason deixou muitos fatos sinistros de fora, tecendo aí uma crítica a suposta inocência tanto da Era de Ouro quanto à sociedade americana da época. Nesse ponto, seu traço estilizado e quase infantil é um ótimo contraponto à brutalidade apresentada.

O melhor deste volume é podermos conhecer melhor personagens como Silhouette, Capitão Metrópolis, Traça, Justiça Encapuzada e claro, o próprio Coruja. Outros heróis também aparecem, mas tem uma participação menor na trama que envolve tráfico de crianças e pedofilia. Seguindo os passos de Moore nesse sentido, Cooke confronta heróis fantasiados com o sórdido mundo real de monstros vestindo terno.


Silhouette tem o arco mais sombrio e adulto da trama.


Até o momento já li 5 volumes e este é o melhor deles em termos de conteúdo e novidades. Os outros 4, Espectral, Comediante, Coruja e Ozymandias variam entre o entedidante e o bacaninha, mas nenhum realmente empolgante. Espero que o de Manhattan, meu personagem favorito, seja bom.
Ou estou esperando demais?


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

MONICA BELLUCCI - Galeria



Monica Anna Maria Bellucci nasceu em 30 de setembro de 1964, em Umbria, Itália. Sua intenção era se tornar advogada, mas para pagar seus estudos começou a fazer trabalhos como modelo e acabou seguindo essa carreira. Em 1988 se mudou para Milão, um dos centros da moda européia e entrou para a famosa agência Elite. Apesar de estar aproveitando seu sucesso como modelo, ele decidiu tentar a carreira de atriz e estreou na TV em 1990 e a seguir em Drácula de Bram Stoker (1992), como uma das noivas vampiras de Gary Oldman.  Mas foi sua atuação em O Apartamento (1996) que a lançou ao estrelato após ser indicada ao prêmio César na França. Com isso, Bellucci, uma das atrizes mais belas das últimas décadas,  se tornou mais uma a provar que modelos também podem ser ótimas atrizes.

Recomendo também os seguintes filmes: Malena, Irreversível e Lágrimas do Sol












Clique para ampliar.