terça-feira, 29 de setembro de 2009

CAPRICHO 976

Madame Zoroastra gosta de dar uma fugida de casa depois de fazer a faxina.

Menina que está virando mulher é sempre um poço de insegurança e não tem a menor idéia do que o futuro lhe reserva. Se você quiser garantir o seu futuro, siga...

AS INSTRUÇÕES DE MADAME ZOROASTRA!

1. Vá até o alto de um morro qualquer e fique olhando para o horizonte. Coisas interessantes sempre pintam no horizonte.

2. Pois é, pintou uma coisa interessante para os bandidos da favela: você marcando bobeira lá no alto do morro. Você vai à polícia prestar queixa e encontra uma celebridade que também foi assaltada. E a celebridade é o Felipe Dylon.

3. Vocês conversam sobre os assaltos e pinta um clima. Ele te convida para ir na casa dele ver sua coleção de 10.000 CDs.

4. Vocês acabam ficando juntos e você decide perder sua virgindade com ele. Você decide fazer uma loucura e dormir por lá mesmo sem avisar seus pais. Pela manhã você acorda e tem um bilhete do Felipe dizendo que foi tudo muito bom, legal, mas que ele tem uma turnê e só volta daqui há três meses e que é melhor vocês ficarem só na amizade.

5. Você fica fula e decide roubar toda coleção de CDs do rapaz e deixa uma carta ameaçando denunciar ele caso ele vá atrás de você. Afinal, você ainda é menor de idade.

6. Você vende todos os CDs dele pelo E-bay e fica razoavelmente cheia de grana. Você corre para o shopping para comprar roupas de marca.

7. Super-fashion, você desfila pelo shopping até que um caça-talentos da Globo te chama para fazer um teste para uma novela. Você diz que não sabe atuar, mas ele diz que não importa, ninguém com menos de 30 na Globo sabe atuar mesmo.

8. Você consegue um papel na nova novela das 7 e os primeiros capítulos vão ser gravados em Moscou, na Rússia. Sua mãe vai junto para cuidar de você.

9. Em Moscou, você conhece um russo loiro lindo chamado Ivan. Você se apaixona e foge com ele para Leningrado, deixando sua mãe para substituir você na novela.

10. Quando você finalmente se dá conta, você descobre que Ivan é um membro traidor da máfia russa e que está fugindo com 1 milhão de euros. Você, que não é louca nem nada, espera ele dormir e foge com o dinheiro para a Disney World.


Jerri Dias, para ajudar no orçamento, também atende como Madame Zoroastra.

sábado, 26 de setembro de 2009

O QUE É ARTE? - Ensaio

2001: UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO (1968), é considerado um dos melhores filmes de todos os tempos por seu alto apuro estético e por tratar de questões filosóficas relevantes como "De onde viemos?", "Para onde vamos?", entre outras.
Clique nas fotos para ampliá-las.

Bom, esta é uma pergunta que dezenas de teóricos muito mais inteligentes do que eu já tentaram responder e não sou eu que vou dizer alguma coisa realmente válida para esse tipo de questão. Mas eu acho que posso dar a minha visão pessoal do que eu acho que é Arte sem passar por burro.

Bom, eu acredito que existem vários tipos de Arte, para todos os gostos e pessoas. A Arte ruim é aquela que fala pouco ou muito, mas no fim das contas não diz nada de relevante porque não tem nada pra dizer mesmo e só enrola. Esse tipo de Arte é facilmente identificável para quem conhece e tem acesso a verdadeiras obras de arte. Bom, acesso hoje em dia, praticamente todo mundo tem, mas poucos fazem questão de conhecer.

A capacidade de emoldurar a realidade em um quadro que evoque sonhos e pesadelos como esse é o que distingue um bom fot[ógrafo dos outros.
Foto de J. Marie

Se você ainda não tem contato com a arte verdadeira, uma dica é simplesmente prestar atenção no que os críticos dizem sobre música, cinema, teatro, dança, etc.. Apesar deles se enganarem às vezes, eles acertam mais do que erram. E depois de um tempo você já nem vai precisar mais deles pra saber o que é bom e o que não é. Não que você tenha que deixar de gostar de coisas ruins, pois obras trash podem ser muito divertidas e ser metido a intelectual o tempo todo é muito chato.

Ou então, a dica mais certa e que não tem erro é o Tempo. Se era moda, durou poucos meses ou anos, muito provavelmente era arte ruim. Arte boa fica.
Vide quadros centenários ou com apenas poucas décadas que valem milhões.
Música composta há séculos ou décadas e que continuam sendo escutadas.
Filmes que continuam sendo vistos e revistos.
Livros que nunca deixam de ser republicados e lidos.

Ilustradores contemporâneos de quadrinhos foram buscar inspiração em obras de arte clássicas e modernas para colocar páginas de gibis como essa em galerias de museus.
Ilustração de Dave McKean para a graphic novel ARKHAM ASYLUM.

Para ser considerada Arte verdadeira, a obra do artista precisa conter algo novo, original, ou no mínimo, ser uma versão tão boa ou melhor do que as anteriores. Bandas que surgem e desaparecem sem deixar rastros são um exemplo imediato de arte que pode até ser bacana naquele momento, mas carece de originalidade e conteúdo para se sustentar nas décadas vindouras e logo elas são só estatística e história.

Infelizmente, devido ao atual sistema de educação vigente em quase todo o mundo (em casa e na escola), nem todas as pessoas são capacitadas para apreciar Arte verdadeira, o que acaba culminando numa enxurrada de artistas ruins que fazem com que a média das obras de arte (em literatura, música, pintura, cinema, etc) seja não mais do que medíocre.

Na Dança, os dançarinos e coreógrafos considerados criadores são aqueles que exploram novos caminhos de expressão para o corpo.

A Arte verdadeira fala mais alto do que as outras e sua voz costuma atingir corações e mentes fazendo com que o ser humano reflita sobre sua própria existência, a vida e mesmo sobre o divino. E junto com o conteúdo elas costumam agregar o prazer estético de contemplar a beleza de sua escrita, de suas notas, de suas cores.

A Arte é o atributo que mais nos diferencia dos outros animais e nos conecta com nossa alma.
Ou pelo menos nos faz acreditar que temos uma.


500 SEGUIDORES

Já é metade de 1.000...

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

MONTY PYTHON



O MONTY PYTHON foi um grupo de humor dos anos 60, 70 e 80 que revitalizou a comédia britânica e mundial com suas piadas sem sentido, infames, sarcásticas e de humor negro. Com o sucesso do programa de TV, que hoje você encontra nas locadoras, vieram os primeiros filmes, entre eles, clássicos como A VIDA DE BRIAN e O SENTIDO DA VIDA.

Com os Pythons, eu aprendi o que é comédia de verdade.

Nessa cena do filme E AGORA, PARA ALGO COMPLETAMENTE DIFERENTE (1971), uma verdadeira lição de vida: Como não ser visto (e porque isso é importante).

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

CAPRICHO 975

Uma das minhas novas habilidades é a capacidade de ficar incógnito nos encontros de velhas leitoras da CAPRICHO.

Uma das coisas que eu fiz na Europa, foi aprimorar minhas habilidades físicas e espirituais através de meditação kali-yuga profunda e graças à isso, hoje eu posso contar até...

10 COISAS BIZARRAS QUE EU CONSIGO FAZER!

1. Eu como bolacha recheada com salaminho e não passo mal!

2. Fico sentado no computador 12 horas seguidas jogando vídeo-game e minha bunda não fica quadrada!

3. Consigo roer as unhas do pé usando meia!

4. Escrevo com uma letra tão feia que horas depois, nem eu entendo o que escrevi!

5. Consigo colocar uma lâmpada dentro da boca, mas depois tenho que ir no hospital para tirar!

6. Segurando os gases no meu intestino por 24 horas, sou capaz de levitar com um único peido!

7. Consigo ficar sem respirar por 3 minutos no fundo da piscina! Depois disso, se o salva-vidas não aparecer, eu morro!

8. Se atirarem balas em mim, eu consigo desviar! E ainda desembrulho elas e como, ainda mais se forem de castanha-do-pará!

9. Posso me jogar de 50 metros de altura e sair caminhando na boa assim que me tirarem do elástico de bungee jumping!

10. Consigo escrever textos idiotas como esse e ainda ser publicado na CAPRICHO!


Jerri Dias voltou meio bizarro da Dinamarca.

sábado, 12 de setembro de 2009

A QUOI ÇA SERT L'AMOUR? - curta de animação



Esta simpática e divertida animação do animador francês Louis Clichy conta a velha história do rapaz que encontra garota, que briga com garota, que tem ciúmes de garota, que separa de garota, que volta com garota...

Tudo no tempo da bela canção de Edith Piaf que dá título ao curta.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

QUARTO ESCURO - Performance - Trailer


Mostra Movimento e Palavra.

Performance inspirada pelo universo do cineasta David Lynch.

Com Alexandra Dias, Michel Capeletti, André Mubarack, Tatiana Rosa, Helô Gravina, Dani Boff, Fernando Bakos, Marco Mafra e Jerri Dias.

Após a apresentação, haverá um debate para os interessados.

Debatedores:

Élcio Rossini (artista plástico), Luciana Paludo (dançarina) e Fabiano de Souza (cineasta).

Dia 12 de setembro de 2009 - 19:30
Usina do Gasômetro - Sala 209
Porto Alegre - RS

Ingresso: R$ 10,00 (inteira), R$ 5,00 (meia)

Esta performance não é recomendada para menores de 18 anos.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

CAPRICHO 974

A coisa melhorou muito no Brasil. Antes, a gente ficava debaixo disso tudo...

Ei, eu voltei para a terrinha e de cara descobri, maravilhado,...

10 COISAS QUE MUDARAM NO BRASIL!

1. O governo Lula acabou com a corrupção apenas dando o exemplo de como gerir um país com a maior transparência possível.

2. O Jota Quest e o KLB se pegaram no pau num concerto e estão em coma na UTI.


3. As redes de TV pararam de apelar para a baixaria e começaram a produzir programas mais criativos, engraçados e inteligentes.


4. A distribuição de renda, ao invés de ser a segunda pior do mundo, passou para a terceira pior.


5. O esporte nacional agora é maratona de vídeo-game.


6. O salário mínimo passou a obedecer o que manda a Constituição.


7. O país passou a ser rota obrigatória das turnês de todos os músicos internacionais.


8. As drogas foram legalizadas e a favelas do Rio hoje são visitadas por milhares de turistas, que não temem mais a violência do tráfico.


9. As modelos magrelas saíram de moda.


10. Eu ganhei 100% de aumento.



Jerri Dias ganhou 200% de aumento de trabalho.


sábado, 5 de setembro de 2009

CIDADE DAS SOMBRAS (Dark City, EUA, 1998) - Crítica Retrô

Cartaz do filme homenageando METRÓPOLIS.
Clique nas imagens para ampliar.


SINOPSE

John Murdoch desperta em sua banheira com uma única memória de seu passado e imediatamente descobre-se acusado de vários assassinatos, embora não tenha a menor lembrança de tê-los cometido. Um detetive quer leva-lo à justiça ao mesmo tempo em que estranhos seres vampirescos o perseguem pela cidade da noite eterna.

John Murdoch (Rufus Sewell) é o único que percebe que as coisas não são o que parecem na CIDADE DAS SOMBRAS.

O DIRETOR

Depois de O CORVO, que atingiu rapidamente status de cult entre cinéfilos do mundo inteiro, o diretor Alex Proyas realizou um filme ainda mais interessante, visualmente instigante e ousado com CIDADE DAS SOMBRAS. Cult instantâneo, recebeu diversos prêmios de Melhor Filme e Melhor Roteiros em diversos festivais de Cinema Fantástico.
O crítico americano Roger Ebert aclamou-o como o melhor filme americano de 1998.
Seus filmes posteriores são igualmente interessantes, especialmente DIAS DE ENSAIO, uma divertida e absurda comédia sobre uma banda de garagem. EU, ROBÕ, com Will Smith, talvez seja o filme mais fraco de sua carreira, muito provavelmente por causa da pressão de ter que fazer um filme para as massas. Seu último filme, PRESSÁGIO, novamente um drama fantástico, recebeu boas críticas.

O FILME

Um mundo onde a realidade não é o que parece, onde seus habitantes tem memórias de um passado que nunca existiu, onde estranhos controlam tudo e apenas um homem tem o poder de desafiá-los, mas ele ainda não sabe disso.

Lembrou MATRIX?! Mas não é. CIDADE DAS SOMBRAS foi lançado um ano antes e rodado na mesma cidade, Sidney, Austrália. Coincidência? Sincronicidade? Talvez, mas não deixa de ser assombroso o quão similares são alguns detalhes do roteiro, dos diálogos, dos personagens e até dos enquadramentos.

Os "Estranhos" são certamente mais assustadores do que os agentes da MATRIX. E aquela criança no meio deles não está para brincadeiras...

Mas a diferença é que CIDADE DAS SOMBRAS é um filme mais sombrio, mais humano e mais questionador sobre o que é a “realidade” do que sua contraparte repleta de golpes de kung fu e efeitos especiais. Não que CIDADE DAS SOMBRAS não tenha muitos efeitos especiais, eles apenas não são tão espetaculares... bem, talvez alguns sejam. Mas assim como em MATRIX REVOLUTIONS a espetacular batalha final lembrava o primeiro encontro de Miracleman e Johnny Bates, a batalha final de CIDADE DAS SOMBRAS, segundo o próprio diretor Alex Proyas, é uma homenagem a batalha final do mangá AKIRA.

A Disney foi a primeira produtora do filme, mas ao perceber a complexidade do roteiro e da direção que Alex Proyas queria dar ao filme, desistiu do filme. Para nossa sorte, a New Line encampou o projeto e permitiu que Proyas fizesse seu filme com mais liberdade criativa.
Sorte nossa, que agora podemos ter o prazer de assistir essa pérola do Cinema Fantástico (ainda) pouca vista pela maioria dos apreciadores do bom Cinema.

CIDADE DAS SOMBRAS faz justiça a seu título graças à fotografia noir de Dariusz Wolski, que em conjunção com o inspirado desenho de produção de Patrick Tatopoulos, criam uma cidade soturna, caótica e anacrônica, onde têm-se a impressão de se estar vendo um mundo dos anos 50, mas com alguns objetos e pessoas que não deveriam estar lá.
Proyas e sua equipe basearam-se na arquitetura gótica e em filmes expressionistas alemães como METRÓPOLIS e M, ambos de Fritz Lang, para criar a atmosfera densa e pesada do filme, onde até os prédios, literalmente, são personagens da trama.

O passado de John Murdoch com sua esposa nunca existiu. Ou existiu?

A questão do que é real e o que não é real é encarada pelo personagem principal com o costumeiro assombro, mas até o final do filme ele se dará conta de que a realidade é relativa e talvez a realidade definitiva seja aquela que nós mesmo construímos em nossas mentes. E assim como o universo, as realidades possíveis são infinitas.



70.000 VISITAS!

Valeu gente! Espero estar fazendo por merecer...

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

KHWAJA MERE KHWAJA - A. R. Rahman – Clip de Filme



Essa bela canção do filme indiano JODHAA AKBAR (2008) é do excelente compositor A. R. Rahman, que por aqui é praticamente um desconhecido, mas do outro lado do mundo já vendeu mais de 300 milhões de CDs nos últimos 15 anos.

Mas se você assistiu o filme anglo-indiano QUEM QUER SER MILIONÁRIO, você certamente escutou as canções de Rahman, que inclusive acabaram premiadas com um Oscar na última edição do prêmio.

Filmada com sensibilidade e interpretada por um grupo de atores vestidos de dervishes que ao final realizam a típica dança dervish, esta bela canção, por algum estranho motivo, me levou às lágrimas.

O filme ainda conta com a belíssima presença de Aishwarya Rai, eleita a mais bela mulher do mundo alguns anos atrás. Infelizmente ela não dança nem canta nesta cena do filme.


ENQUANTO ISSO...


Contos de fadas nem sempre tem final feliz para todos. Descubra porque em Diário de Uma Princesa Debutante Destronada.

E pra variar, post novo com 100 vídeocassetadas lá no blog da CAPRICHO.

TOP BLOG

E meu muito obrigado a todos que votaram neste blog pra ganhar o selo Top Blog de Cultura.
Não fiquei entre os três finalistas, mas esse blog ficou entre os 100 blogs mais votados na categoria. O selo tá logo lá embaixo.
Novamente, obrigado!


quarta-feira, 2 de setembro de 2009

CAPRICHO 973

Eu ainda estou na dúvida se meu papi é rico ou pobre...

Diga-me o que ganhou e te direi quem és: analise o presente que você deu para seu papi no dia dele e descubra se você tem um...

...PAPI RICO OU PAPI POBRE!

Papi rico

Ele é rico se você deu de presente...

1. ...um vinho francês que custou apenas U$ 50 mil – e depois chamou a segurança quando o coroa ficou bêbado.

2. ... um Rolex de ouro maciço de apenas U$ 66 mil para ele lembrar de te dar pelo menos um minuto de atenção por dia.

3. ... uma estada em um chalé nos Alpes suíços por apenas U$ 2 mil ao dia para ele relaxar (espero que você tenha pedido para ele não levar a amante junto).

4. ... um terno Armani de apenas U$ 7 mil para ele depor na CPI do Mensalão e explicar como todo esse dinheiro foi parar na conta da filha dele.

Papi pobre

Ele é pobre se você deu de presente...

1. ... uma cachaça por apenas R$ 5,40 – e saiu de perto quando o velho ficou bêbado.

2. ... aquele despertador com alarme irritante por apenas R$ 6,80 para lembrar seu pai vagabundo de acordar cedo e procurar emprego.

3. ... um vale-transporte de apenas R$ 2 para ele subir o morro e admirar o panorama lindo de São Paulo, com aquela camada de fuligem pairando sobre a cidade.

4. ... uma camisa “Eu votei no Lula” de apenas R$ 2,50 para quando ele prestar concurso para trabalhar de faxineiro no Congresso Nacional.

Jerri Dias é filho de paiaço.