sábado, 26 de setembro de 2009

O QUE É ARTE? - Ensaio

2001: UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO (1968), é considerado um dos melhores filmes de todos os tempos por seu alto apuro estético e por tratar de questões filosóficas relevantes como "De onde viemos?", "Para onde vamos?", entre outras.
Clique nas fotos para ampliá-las.

Bom, esta é uma pergunta que dezenas de teóricos muito mais inteligentes do que eu já tentaram responder e não sou eu que vou dizer alguma coisa realmente válida para esse tipo de questão. Mas eu acho que posso dar a minha visão pessoal do que eu acho que é Arte sem passar por burro.

Bom, eu acredito que existem vários tipos de Arte, para todos os gostos e pessoas. A Arte ruim é aquela que fala pouco ou muito, mas no fim das contas não diz nada de relevante porque não tem nada pra dizer mesmo e só enrola. Esse tipo de Arte é facilmente identificável para quem conhece e tem acesso a verdadeiras obras de arte. Bom, acesso hoje em dia, praticamente todo mundo tem, mas poucos fazem questão de conhecer.

A capacidade de emoldurar a realidade em um quadro que evoque sonhos e pesadelos como esse é o que distingue um bom fot[ógrafo dos outros.
Foto de J. Marie

Se você ainda não tem contato com a arte verdadeira, uma dica é simplesmente prestar atenção no que os críticos dizem sobre música, cinema, teatro, dança, etc.. Apesar deles se enganarem às vezes, eles acertam mais do que erram. E depois de um tempo você já nem vai precisar mais deles pra saber o que é bom e o que não é. Não que você tenha que deixar de gostar de coisas ruins, pois obras trash podem ser muito divertidas e ser metido a intelectual o tempo todo é muito chato.

Ou então, a dica mais certa e que não tem erro é o Tempo. Se era moda, durou poucos meses ou anos, muito provavelmente era arte ruim. Arte boa fica.
Vide quadros centenários ou com apenas poucas décadas que valem milhões.
Música composta há séculos ou décadas e que continuam sendo escutadas.
Filmes que continuam sendo vistos e revistos.
Livros que nunca deixam de ser republicados e lidos.

Ilustradores contemporâneos de quadrinhos foram buscar inspiração em obras de arte clássicas e modernas para colocar páginas de gibis como essa em galerias de museus.
Ilustração de Dave McKean para a graphic novel ARKHAM ASYLUM.

Para ser considerada Arte verdadeira, a obra do artista precisa conter algo novo, original, ou no mínimo, ser uma versão tão boa ou melhor do que as anteriores. Bandas que surgem e desaparecem sem deixar rastros são um exemplo imediato de arte que pode até ser bacana naquele momento, mas carece de originalidade e conteúdo para se sustentar nas décadas vindouras e logo elas são só estatística e história.

Infelizmente, devido ao atual sistema de educação vigente em quase todo o mundo (em casa e na escola), nem todas as pessoas são capacitadas para apreciar Arte verdadeira, o que acaba culminando numa enxurrada de artistas ruins que fazem com que a média das obras de arte (em literatura, música, pintura, cinema, etc) seja não mais do que medíocre.

Na Dança, os dançarinos e coreógrafos considerados criadores são aqueles que exploram novos caminhos de expressão para o corpo.

A Arte verdadeira fala mais alto do que as outras e sua voz costuma atingir corações e mentes fazendo com que o ser humano reflita sobre sua própria existência, a vida e mesmo sobre o divino. E junto com o conteúdo elas costumam agregar o prazer estético de contemplar a beleza de sua escrita, de suas notas, de suas cores.

A Arte é o atributo que mais nos diferencia dos outros animais e nos conecta com nossa alma.
Ou pelo menos nos faz acreditar que temos uma.


500 SEGUIDORES

Já é metade de 1.000...

8 comentários:

Daniela disse...

"A Arte é o atributo que mais nos diferencia dos outros animais e nos conecta com nossa alma."
Gostei muito desse comentário, me fez parar para refletir sobre a importância da Arte na nossa vida. Adorei, 2bjs :*

Elide Elen disse...

Oi Jerri, já estou ficando preocupada (rsrsrsr) pq pela segunda vez vc perguntou se o texto no blog era mesmo meu.
Todos os textos no blog são meus sim.
Beijos!

(responde se tiver tempo, ok?)

Alana disse...

Arte pra miim é tudo que expressa uma opinião, um pensamento, que leva as pessoas as pensarem.

Beijos

Gêsa disse...

Quando o assunto é arte, sou mais conservadora, acredito que arte é aquilo que nos proporciona uma experiência sublime, algo que possua aura, Obras que nos fazem pensar, refletir. Todo o resto, A midcult e a cultura de massa, é puramente industrial.

Mundo Cólica disse...

Acho que arte é vida, e há pessoas que vivem bem e outras que vivem mal.
Tempos sem vim aqui, desculpe, estamos passando por problemas de criatividade&dedicaçaõ, mas jajá voltamos com todo vapos.

Vou te seguir no Twitter, baby.Quando olhar uma @maisahuayna por lá, não tenha medo, sou eu [ou tenha medo mesmo, já que sou eu] XD

beijinhos, Mah.

Alice disse...

"A Arte é o atributo que mais nos diferencia dos outros animais e nos conecta com nossa alma.
Ou pelo menos nos faz acreditar que temos uma."
Perfeito! Vai pra minha listinha de frases (sim, eu tenho uma! Na real, é um arquivo no Word, várias frases que eu gosto ;D)!

2001 é incrível. Essa cena do macaco jogando o osso pra cima, e depois ele "virando" uma nave... muito tri! Tá certo que não dá pra entender muito bem o filme (eu tenho que assistir de novo...), mas é muito bom.
Já viu Solaris? É a resposta russa ao 2001. Eu vi a versão antiga, parece que mudaram umas coisas na nova, e é bem legal também. O sor ficou falando mal de quem fez Matrix, porque ele achou que fosse original, e tem mais ou menos a mesma idéia que Solaris.

Quanto à Arte... eu não sei ainda qual o meu conceito. Mas eu colocaria na lista, além de música, literatura, cinema e talz, essas manipulações de imagens que fazem com Photoshop e programas assim. Tem muita coisa boa! Já foi no deviantART? Lá tem várias dessas manipulações, até de brasileiros.
=)

Alice.

Profana! disse...

Olá Jerri, quanto tempo hem! Coincidência, dei uma aula sobre o conceito de Arte nesta segunda, e gerou o maior debate em sala de aula. A galera discutiu e questionou muito. Posso levar seu comentário para minha aula, claro que vou identificar né! Postei sobre Franklin Cascaes, você conhece? Ele é um escritor que recontou as lendas e folclore da Ilha de Santa Catarina, bruxas, muitas bruxas fazem parte deste imaginário. Ah, obrigada pela dica do filme do Black-Tie, assisti com meus alunos, sessão pipoca, guaraná e literatura de primeira. Bom escrevi demais né! Bjus e boa semana!!!

Carlos Ferreira disse...

Belo texto, Jerri.
Me Soa como uma boa introducao para algo mais aprofundado, fale e revele mais sobre a Arte.

Grande abraco!

Ferreira