terça-feira, 17 de junho de 2008

CIDADÃO E BANDIDO É TUDO A MESMA COISA

Foto de Álvaro Andrade
alternamidia


Esses dias estava indo para casa e passei em frente ao Palácio do Piratini, casa atual da nossa governadora Yeda Crusius, que como alguns de vocês estão sabendo, está com sérios problemas envolvendo corrupção no DETRAN, conversas gravadas pelo seu vice Paulo Feijó onde se fala de partidos beneficiando-se de dinheiro de estatais e por aí vai. E já tem gente pedindo o impeachment da governadora. E diante de tudo isso, Yeda disse “''Mostrem que o povo gaúcho não confia no meu governo'' e poucos dias depois sai uma pesquisa mostrando que quase 70% dos gaúchos desaprova o governo. Parece até o Lula Lelé, que na época do mensalão e vários outros escândalos dizia não saber de nada.

Para saber mais sobre a crise:

http://ricardomourars.blogspot.com/2008/06/crise-no-piratini.html

Mas na verdade eu não quero falar disso, o que eu quero falar é uma coisa que acontece com quase todos os governos do mundo. Só que a coisa sempre parece pior quando as outras coisas não funcionam também. O que quero dizer é que ao passar em frente ao Palácio vejo uma pequena multidão de manifestantes, alguns membros de partidos de oposição, outros sem ligações partidárias, mas todo mundo lá para protestar contra a administração Yeda. Nada mais legítimo, nada mais democrático. Só que eu acho engraçado que num país desses, onde a criminalidade rola solta e raramente a gente vê um policial passar na nossa rua, seja dia ou seja noite, o governo rapidamente têm a disposição uns 100 policiais fortemente armados para vigiar uma multidão de cerca de 300 pessoas. Se você lembrar que a maioria daquelas pessoas são trabalhadoras que pagam impostos e estão ali porque se sentem enganadas pelo governo, vai perceber como governo vê o cidadão comum.

Imagine que você vai numa loja reclamar que não chegou a TV que você comprou e 2, 3 seguranças não te deixam entrar na loja, mas você pode ficar gritando na frente, talvez o gerente te ouça... Não seria o caso de chamar a polícia?! E porquê isso não vale quando é com o governo?!

Ou então, lembrando que quando tem qualquer passeata em oposição ao governo a polícia segue-a para ter certeza de que ela vai se comportar. Agora, quando a gente sai à noite e vê um outro bando suspeito rondado as ruas, aparece alguma viatura para ficar seguindo ou checar os caras?

Toda passeata que eu presenciei tinha muito policial atrás. Bandos suspeitos já vi dezenas e só umas 3 vezes vi a polícia por perto.

Nada contra os policias, que junto com os professores, são os funcionários púbicos mais maltratados pelos governos, mas o caso é que o governo não dá a mínima para gente como eu e você pois o que interessa a maioria daquela corja que diz nos representar é só amealhar poder e dinheiro. Eles parecem ter uma visão maniqueísta do povo: ou você é pagador de imposto ou criador de problema. E o governo não gosta de gente que reclama, que incomoda.

E falando nisso, vamos botar o CQC de volta no Congresso, que é para, pelo menos, aqueles vagabundos pagarem mico! Assinem lá no site:

www.cqcnocongresso.com.br

Em tempo, eu acredito que existam políticos honestos e com boas intenções. O diabo é que eles são tão poucos...

4 comentários:

Alvaro Andrade disse...

Sem problema algum! Só uma correção: o crédito da foto é para Alvaro Andrade. O Ayrton foi quem escreveu o artigo que as fotos estão ilustrando. Valeu pela parceria.

Alvaro Andrade disse...

Valeu pelas palavras la no blog. Saber que minhas reflexões provocam uma troca de idéias com pessoas do teu nível me deixa mto satisfeito. Abraços

Kitty disse...

gostei..(des)governo Yeda pra mim é assunto que rende muito..apesar de me afetar indiretamente por viver numa família de professores e funcionários estaduais, eu tô achando bonito ver esse circo. Todo mundo falava do governo Olívio (que pra mim foi o melhor, sem dúvidas.), metia pau no coitado...e agora estão comendo o pão que o diabo amassou na mão de uma mulher que nem do Estado é. A Educação tá um lixo, e ela diz que tá tudo nos conformes. A saúde tá precária, e continua tudo nos conformes...o sorriso falso dela mais me parece um esgar do que um sorriso sincero..nunca fui com a cara dela. E cada povo tem o governo que merece, dizia o autor desconhecido. Todo mundo sabia que ia acabar desse jeito..mesmo caso vale pra prefeitura de Pelotas, elegeram um (que já estava na cara que ia acabar se afastando por problemas de saúde) e quem governa é o vice (outro canalha.) E a polícia vai atrás dos manifestantes porque é o trabalho deles, são (mal) pagos pra isso..mas sei que a vontade da maioria deles é juntar-se ao coro e protestar junto.
Credo, acho que falei demais..haha
Já votei lá no site! Beijão.

Bruna Wagner disse...

bravo, bravo, bravo Jerri.
quantas vezes eu já vi isso tbm...
nós trabalhadores, pessoas honestas de bem somos tratados como bandidos! Isso é um absurdo.
eu moro em frente a uma delegacia de policia e mesmo assim não acho que estou segura, pois um dia deses meu vizinho foi assaltado, e quem disse que tinha um policial se quer em frente a delegacia! Nossa, isso é um descaso com a população!
Apoio a ideia do CQC no congresso!!!
Muito bom o seu post!
espero que a policia do Brasil mude, pelo menos fique menos pior do que já é, pois dizer que ela vai melhorar de uma hora para outra seria uma mentira!
tbm acho que os policiais não se dedicam tanto ao trabalho pelo misero salario que recebem, mais isso não é uma grande desculpa, pois se ele entrou para a policia é porque queria fazer olgo pela população de sua cidade, queria contribuir com a segurança de seu pais não é verdade???