sábado, 5 de dezembro de 2009

BATMAN – DEAD END (EUA, 2003) - curta



Este curta foi feito pelo diretor Sandy Collora em uma tentativa de mostrar seu talento na direção e tentar reativar a franquia de Batman no cinema com ele no comando, claro.

Infelizmente Collora não foi chamado pela Warner para dirigir o novo Batman, acabaram optando por Christopher Nolan....

Mas esse curta surtiu o efeito desejado em reativar a franquia, pois com ele, finalmente Batman tinha um filme que realmente reproduzia fielmente e com competência o personagem que todos os fãs queriam ver nas telas.

E todos viram que isso era possível, bastava um pouco de vontade e coragem.

Graças ao interesse que esse curta despertou em todo lugar onde era exibido e no You Tube, com 2.500.000 acessos fez a Warner repensar a franquia e trazer um Batman mais próximo da sua versão bidimensional e do próprio curta.

Até o lançamento de BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS, em 2008, este era o melhor filme do Batman jamais feito.

Se você curte quadrinhos, preste atenção na fotografia,que evoca a todo momento a arte de Alex Ross.

E caso ache estranho a inclusão de personagens de filmes nesse curta, fica a informação de que nos quadrinhos, Batman já enfrentou eles anos atrás e o diretor Sandy Collora trabalhava como técnico de efeitos especiais no estúdio que produziu estes personagens e aí ficou fácil pra ele utilizar eles.

O curta custou apenas U$ 70,000.00, pois muitos trabalharam de graça ou por cachês simbólicos, senão teria custado facilmente dez vezes mais.

Apague as luzes, coloque em tela cheia e divirta-se.


ENQUANTO ISSO...

Se você gosta de escrever humor, participe do concurso de colunas do meu blog da CAPRICHO.

4 comentários:

Charlie Dalton disse...

Eu vi esse curta (acredite se quiser) na televisão. A fotografia é muito boa. Fiquei encantado com o acabamento das cenas. IMPECÁVEIS! #recomendo

Jubs. disse...

É, vontade e coragem são sempre precisos, mas nunca estão lá quando eu preciso... HAHAHA

"Talvez bater a porta na cara, gritar, xingar, mandar para bem longe não seja a solução para não ouvir o que nossas mães dizem. Talvez..."
www.mamae-dizia.blogspot.com

carolina bruna disse...

eu não fiquei tão impressionada, a palavra certa seria "nada mal"... isso foi um elogio!
a parte q mais gostei foi a que mostra a capa dele toda aberta com ele meio agachado...
legal

Anna Paula disse...

Aii que emocionante :s

Mas eu já havia visto este curta :)

Beijos, te cuida