quarta-feira, 9 de junho de 2010

VIDA EM OUTROS PLANETAS - Ensaio

Estamos sozinhos no Universo?
 Parece que não.

Clique nas fotos para ampliá-las

Aí está um tema que adoro falar, discutir e ler sobre. Vale lembrar que não estou falando em discos-voadores, mas sim de vida em outros planetas, que é um assunto que apesar de não excluir o outro, é diferente. Discos-voadores implicam em visitas extraterrestres quase que diárias ao nosso planeta (de acordo com as notícias) e, estranhamente, nenhuma tentativa realmente pública ou conhecida de contato com nosso mundo. Vida em outros planetas implica simplesmente no surgimento da vida e de seu surgimento em orbes que não a Terra.


Todo dia avistam-se discos-voadores pelo planeta.
E isso acontece de forma documentada há décadas.
Mas até agora são raras as fotos ou filmes de qualidade que possam servir de prova real.
Mas eles ajudaram a população a pensar em vida em outros planetas.
Já sobre esta foto, não creio que seja real.


Resolvi escrever sobre isso depois que assisti o famoso documentário baseado no famoso livro ERAM OS DESUSES ASTRONAUTAS?, de Erich von Däniken. Era um adolescente de 14 anos quando li o livro e fiquei bastante impressionado com o livro e suas "provas". Não lembro se acreditei em tudo o que ele dizia na época, mas devo ter acreditado em pelo menos metade. Vi o documentário agora, com olhos de adulto. Feito nos anos 70, o documentário é pavoroso, mal editado e muito mal redigido, sem falar que é extremamente tendencioso, pois qualquer pintura, estátua ou tecnologia atribuída aos povos antigos, o narrador e o próprio Däniken dão crédito a supostos extraterrestres. Não pude deixar de notar que várias das grandes criações e invenções de povos latino-americanos, egípcios, árabes e judeus são para Däniken, de origem extraterrestre, enquanto que as grandes criações e invenções do homem branco europeu são do próprio. Será que tem um certo racismo aí? Ou seria só mera arrogância etnocentrista? O mais provável é que seja pura má-fé e um grande talento para marketing pessoal para ganhar dinheiro com temas polêmicos.


Para Däniken, essas figuras pré-históricas são dois astronautas flutuando usando capacetes com antenas e não dois membros de uma tribo extinta dançando com um cocar de penas.


Ah, antes de mais nada, eu acredito em discos-voadores, embora não creia que a maioria do que dizem que viram por aí sejam OVNIS. Mas sempre existe uma pequena parcela de casos que é um tanto inexplicável, como o que eu avistei. Mas eu não acredito em quase nada das bobagens sensacionalistas do Däniken. Só nos desenhos da planíce de Nazca dá pra ficar com uma pulga atrás da orelha.


A tribo que vivia em Nazca, no Peru, há 2.000 anos, criou diversos desenhos em chão de pedra que só podem ser vistos do céu.
Eles tem de 30 à 300 metros de comprimentos.
Na altura do chão, só se vê linhas riscando o solo.


Mas voltemos ao assunto principal.

A possibilidade de vida em outros planetas hoje é ponto pacífico entre a grande maioria dos cientistas sérios, pois assim como a vida surgiu na Terra, ela pode também surgir em outros lugares, basta, como dizem por aí, ter a quantidade certa de elementos químicos. Temperatura não é mais um elemento essencial nessa equação, pois existem bactérias que sobrevivem a dezenas de graus abaixo de zero, assim como crustáceos, peixes e vermes que você pode colocar dentro de uma panela com água fervendo à 100ºC e eles continuarão se comportando naturalmente.


Vermes tubulares gigantes com mais de 2 metros vivem ao lado de fendas vulcânicas em temperaturas que cozinhariam um ser humano normal em minutos e ainda por cima eles podem respirar enxofre.


Os cientistas estão quase certos que vida e água podem ter existido em Marte, mesmo que tenham sido meras bactérias. Ainda falta descobrir uma prova, mas se ela acontecer, isso vai provar que a vida em nosso universo pode ser mais comum do que pensamos. Já em Europa, um satélite de Júpiter, sabe-se que abaixo de sua crosta de gelo, existe um oceano com possível atividade vulcânica. Lá, a probabilidade de vida parece quase certa.


As intrigantes paisagens marcianas podem conter grandes revelações sobre a vida. Ou não.


E o que convenceu a maioria dos cientistas sobre a possibilidade de vida em outros planetas foi uma equação criada pelo astrônomo Frank Drake. Conhecida como a equação de Drake, ela leva em conta variáveis como possibilidade de comunicação, o número de estrelas que surgem por ano em nossa galáxia, possíveis sistemas planetários, possíveis planetas com vida, possíveis planetas com vida inteligente, planetas com vida inteligente e tecnológica e a possível duração de uma civilização tecnológica.

A equação é essa:
N = E x P x S x V x I x T x C

Não tente fazer isso em casa.


Aglomerado de galáxias.
Cada ponto de luz é uma galáxia com centenas de milhões de estrelas e provavelmente centenas de bilhões de planetas.
Existem mais estrelas no universo do que grãos de areia na Terra.



Bem, resumindo, a equação, obviamente, levando em conta todos esses fatores, chegou a previsão otimista de que, apenas em nossa galáxia, a Via-Láctea, existem, nesse momento nada menos que 1 milhão de civilizações (planetas) com capacidade tecnológica de enviar sinais de rádio através do espaço. Mesmo com uma previsão extremamente pessimista, poderíamos chegar a mil planetas. Nós, da Terra, estamos fazendo isso, involuntária e voluntariamente, faz pouco mais de 100 anos. Podem existir civilizações que mal começaram e outras que estejam irradiando há milhares de anos. Só saberemos mesmo quando entrarmos em contato com uma delas.


Mesmo uma civilização muito mais avançada do que a nossa poderia levar milhares de anos para nos encontrar usando sinais de rádio.


Infelizmente essas coisas demoram, pois nossas transmissões para a estrela mais próxima levaram mais de 4 anos para chegar lá e levariam mais de 4 anos para vir uma resposta de lá, caso houvesse vida tecnológica ao redor dessa estrela. E o pior é que mesmo que haja vida inteligente por lá, ainda dependemos de muita sorte, pois eles teriam que ter radiotelescópios tentando captar transmissões do espaço, como nós também temos aqui, com o SETI, sigla que significa Busca por Inteligência Extraterreste. Essa instituição gasta milhões por ano e recebe doações de gente famosa como Steven Spileberg e Paul Allen para continuar suas pesquisas.
Mas é claro, Alfa Centauro, a estrela em questão, nunca se manifestou e o SETI escaneia há décadas o universo dentro de um raio máximo de 200 anos-luz, quando ele tem ainda absurdos 100 mil anos-luz de distância para cobrir.


Em Alfa Centauro poderiam existir planetas onde a vida ainda estaria em seu estado vegetal...
Ilustração de Zdzislaw Beksisnki.



E você pode se perguntar, afinal, pra que esse trabalho todo?

Bem, todo contato com outra cultura expande nossos horizontes, filosofia, economia e ciência. E tudo isso afeta nossa vida diretamente. Claro, na história humana muitas culturas acabaram aniquiladas, mas em um contato via rádio, a possibilidade maior é de haja uma troca relativamente saudável de informações.
.

Uma raça inteligente que viva sob as águas poderia não entender o conceito de voo, sentimento que inspirou os homens a desenvolverem aviões, foguetes e sondas espaciais.
Ilustração de Wayne Barlowe.



Saber que não estamos sós no universo nos deixaria imediatamente com uma sensação de pertencer a algo maior. Imagine saber que em algum lugar das estrelas existem pessoas querendo saber como é a vida aqui, o que fazemos, o que pensamos? E só para começar, se a aparência deles fosse completamente diferente da nossa, como ficaria a idéia básica de que Deus criou o homem a sua imagem e semelhança?! Os ETs teriam deuses? Ou apenas acreditariam na Natureza e na Ciência?! E se eles também acharem que seus deuses os criara à sua imagem e semelhança?! Fora as questões religiosas que isso implicaria, a troca de informações poderia gerar novas tecnologias, novos conceitos políticos e filosóficos nunca antes imaginados e tudo isso, em geral, tende a mudar a vida das pessoas. Para melhor ou pior, aí vai depender do uso que se vai se dar a tudo isso. Afinal, a mesma arma que servia para caçar comida ou se proteger, também serviu para matar o vizinho ao lado. De qualquer forma, no final das contas, a tendência da tecnologia é de sempre melhorar o conforto humano e resolver problemas.

Em termos sociais, a descoberta de outro planeta com outra espécie inteligente, talvez fizesse com que nós, finalmente nos percebêssemos como Raça Humana, e não como brancos, negros, árabes, índios. Infelizmente isso poderia acabar em Especismo contra a outra espécie (o excelente filme DISTRITO 9 dá uma boa ideia de como isso poderia ocorrer). Especismo que já fazemos com outras espécies aqui mesmo na Terra com nossos matadouros e caça por esporte.


O choque cultural de um encontro real entre duas culturas interplanetárias é apenas um entre os temas explorados pelo filme DISTRITO 9.


Mas quem sabe, se algum dia entrarmos em contato com extraterrestres, eles não nos ensinem a salvar a humanidade de si mesma?


160.000 VISITAS!


Espero que não tenha sido minha mãe que tenha vindo aqui 159.000 vezes....

15 comentários:

Anônimo disse...

MUITO interessante, eu realmente acredito em vida fora da terra.Mesmo que sejam apenas bactérias.

Bruna F. ;D disse...

Adorei esse post. Eu vi outro dia, acho que foi da Discovery Channel, um programa que falava um pouco sobre a formação dos vulcões e a crosta terrestre, e outra parte falava sobre como a vida na Terra iniciou. A teoria de que a vida iniciou-se nas famosas "sopas protéicas" (não lembro ao certo o nome dessas "sopas") caiu por terra, pois descobriram que a vida veio trazida através de meteoros que continham aminoácidos e pequenos cristais que tinham dentro de si H2O. Aminoácidos, água e mais as condições que existiam na Terra deram vida a todos os seres que conhecemos hoje. Portanto é meio óbvio, a partir dessa conclusão, que existe SIM vida fora da Terra. Não importa de que forma, de que tamanho, mas sim existe. E provavelmente exista ao menos uma inteligente. Novamente, adorei esse post. :D

bia rocha disse...

Gosteeei muito do post.Admito que as vezes eu fico pensando se tem alguém lá em outro planeta lá longe pensando se nós da terra existimos!acho que o universo é tão iomenso que é até um pouco de egoísmo dizer que somos só nós no mundo!

Carlos Ferreira disse...

Grande texto, Jerri!
Muito bom mesmo. Veio de encontro com o livro que estou lendo: O ¨Universo Inteligente¨ de James Gardner.
Recomendo!

Abraço!

Patty disse...

Oi!!!

Aki é a Patty, do PattyPontoCom (meu blog ñ é rosa), sou escritora da fic Sol Poente, A cabana do Sol Nascente, Luz do Lago e algumas outras. Gostaria de saber se você estaria interessado em publicar uma história que estou escrevendo, chmada X7.p, que conta que em 2012 os humanos ugira do apoalipse em várias nves, e uma delas foi para outra galáxia. Eles encontram m planeta de ETs, um dos ets se paixona por uma humana... É tipo a invasão dos ETs na tera, só que ao contrário!

Tbm queria saber se posso divulgar o seu blog no meu.

BJS caramelados,

Patty

DaniiLM disse...

UHUUUUUUUUUUUUL cada post abençoada kkkkk' muuito massa fã aki viiu :P

Kitty disse...

Eu ainda não tenho opinião sobre o assunto...acho possível que exista vida, mas não como boa parte de nós espera encontrar (uma criatura a la Spielberg, totalmente bizarra). E preciso dizer que esse post me lembrou muito "A Mão Esquerda da Escuridão" (aliás, achei que não ia gostar muito do livro, mas acabei devorando em poucos dias...muito bom!)
Beso,
K.

Lêda disse...

Parabéns pela colocação de sua matéria , visão clara de um assunto obscuro.Todos temos suposições e não certezas . Assunto instigante......

мL ε Gн ♥ disse...

Jerri adoro seu trabalho!
Tudo que você faz me inspira muito.
Dá uma forcinha, visita meu blog?
www.linguasdetrapoll.blogspot.com
Beijo
continue assim

Ana Beatriz disse...

Acho fascinante esse assunto. Para mim, concordo TOTALMENTE com a Bruna F.. Boa parte da água terrestre veio dos meteoros. Quem afirma que os meteoros também não se chocaram contra outros planetas e 'depositado' essa água? como minha professora de Ciencia diz: "Foi a partir de uma nebulosa que o Sistema Solar foi criado." Se, por todo o Universo, são criados milhares de novos Sistemas Solares, poderia SIM ter surgido um planeta igual a esse, o planeta Terra.
Seu texto esta maravilhoso!! Parabéns!

Anônimo disse...

eu amei a postagem!
minha irma um dia foi tirar uma foto da fachada da casa da minha tia e quando ela foi ver a foto tinha um disco voador no ceu!

alanlessa disse...

adoro oinesplicavel

Anônimo disse...

Bom, eu sou católico, embora não muito praticante, e acho que se levarmos pro lado da religião 2 cituaçôes se tornam passiveis de contecer sobre o fato de 2 civilizações de diferentes planetas interagirem uma com a outra. A 1ª seria que se Deus criou a gente à Sua imagem e semelhança fica impossivel q exista outra civilização fora do planeta Terra, a não ser que os extra-terrestres em questão fossem fisicamente identicos a nós (o q eu não acredito q ocorra casoexista vida fora da Terra). A 2ª cituação é que os ETs teriam o mesmo pensamento sobre Deus que nós terráquios temos (Ele nos criou à Sua imagem e semelhanca).
Mas existe ainda uma terceira situação que so pode ser observada pelos olhos da religião: E se tudo isso não passar de uma prova de fé para que Deus veja se realmente acreditamos nele ou não, Pois diz a Biblia que a todo tempo somos tentados a desacreditar da existencia de Deus...
Eu não quero ir de contra a ciencia, pois planetas fora do sistema solar, estrelas e constelações sempre me fascinaram desde criança, mas ja tive provas mais do que suficientes em minha vida para abrir a boca e falar o mais alto que eu puder e com toda a convicção que DEUS EXISTE E OLHA POR NÓS, pois quando em orações pedi a ajuda dEle jamais fiquei na mão e não acredito q isso tenha sido mera coincidencia, por isso, pra mim, não importam as descobertas que a ciencia faça, eu creio em Deus e nada vai fazer com que eu pense o contrario.

Anônimo disse...

ah sim, meu nome é Samuel Pires de Araújo, moro no Rio de Janeiro e tenho 20 anos...

Anônimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ viagra
http://commanderviagragenerique.net/ viagra generique
http://viagracomprargenericoespana.net/ comprar viagra
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ acquistare viagra