domingo, 28 de novembro de 2010

CAPRICHO 1008

Clique para ampliar.


DO DICIONÁRIO DA ADOLESCÊNCIA SEM PÉ NEM CABEÇA – Vol. IV

Academia. 1. Local onde pessoas vão malhar para ficarem gostosas e enxutas. 2. Uma faculdade qualquer onde pessoas se tornam acadêmicas na esperança de um dia serem populares como as pessoas que malham nas academias de ginástica.

Daniela Cicarelli. 1. Modelo de propaganda de refrigerante que ficou muito famosa, mostrando que tudo pode acontecer nesse país. 2. Cicarelli quer dizer barraqueira em italiano arcaico.

Gravidez. 1. Na adolescência, sinônimo de pânico total. 2. Método utilizado por garotas para se livrarem dos namorados. Ex: “Amor, fiquei grávida. Amor, onde é que você vai?”.

Loira. 1. Mulher de cabelo louro, oras. 2. Membro do sexo feminino preferido pelos homens sem sofisticação, que não percebem a diferença entre produto original e falsificado. 3. Diz-se da mulher que tem dificuldades para realizar sinapses e cujos neurônios atendem pelos apelidos de Tico e Teco.

Lost. 1. Seriado muito popular onde um bando de gente com passados misteriosos fica preso numa ilha misteriosa onde coisas misteriosas acontecem e cujos roteiristas fazem o maior mistério sobre o desfecho da série.

Menino. 1. O oposto de menina, mas então deveria se chamar Aninem e não só trocar uma vogal... 2. Infantil, tarado e zoador, quando adulto deixa de ser infantil e passa a ser apenas imaturo.

Mico. 1. Primata pequeno que vive na floresta. 2. Embaraço terrível que faz com que a pessoa queira se esconder na floresta.

Pele. 1. Revestimento celular cutâneo que cobre a superfície do corpo e o deixa mais bonito do que aquele monte de carne e veias aparecendo que você vê nos livros de biologia. 2. Uma beleza quando está lisinha e um horror quando está coberta de espinhas, cravos e outras coisas sebosas.

Pokémon. 1. Monstro de bolso para carregar... aham... no bolso para as horas difíceis da vida, tipo fim do mundo 2. Monstrinho luminoso cujo verdadeiro poder é causar convulsões em epiléticos.

Simpatia. 1. Sentimento simpático. 2. Magia razoavelmente simples para mortais praticarem devido à facilidade de se encontrar a matéria-prima em casa e arredores. Ex: cueca suja de xixi, sapo, calcinha suja de menstruação, borra de café, xixi, cocô, catarro, tatu de nariz, cera de ouvido...

Unhas. 1. Pele dura que se forma na ponta dos dedos. 2. Milhões de anos atrás eram garras potentes que serviam para rasgar a carne das presas durante lutas sangrentas. Hoje, se alguém quebra a unha no teclado do computador, é uma desgraça.

Vagina. 1.Nome feio que menina de família não deve falar em voz alta, especialmente se estiver sendo filmada. 2. Orgão sexual feminino que atende por diversos apelidos.


Jerri Dias não tem pé nem cabeça.

2 comentários:

Kati Froes disse...

Muito bom! esse dicionário é melhor que o Aurélio.. rsrs

Ana Gabriela disse...

Oii Jerri! Só passei pra dizer que adorei a correção das piadas no blog da capricho, sua ironia é ótima! haha
a propósito...sou loira e me ofendi com a imagem. HAHAHA