quinta-feira, 20 de setembro de 2012

CAPRICHO 1057



Cansado de tantas mentiras, finalmente revelarei toda a verdade sobre a...

MACONHA – O CIGARRO DO DIABO!


A ORIGEM

A planta da maconha teve origem milênios atrás, quando Lúcifer palitou os dentes com um pedaço de galho e depois o jogou fora. Infectado com a saliva diabólica, o inofensivo galho gerou a terrível planta Cannabis, que se espalhou pelo mundo com uma velocidade maior do que o boato de que o Jonas Brothers vão tocar no Brasil!

O TRÁFICO

Proibida pelas religiões e pelos governos de quase todo o mundo, porque eles queriam fumar tudo sozinhos, o tráfico logo surgiu para suprir as necessidades do povo comum que também queria saber qual é que era a dessa droga maluca. Hoje em dia o tráfico é feito de todo jeito e em qualquer lugar, tal a cara-de-pau dos traficantes, que colocam maconha até no chá das velhinhas do asilo.

O VÍCIO

Após a primeira tragada, o pobre jovem está imediatamente condenado a passar o resto de seus dias dependente da droga, pois não consegue mais parar. O jovem fuma quando acorda, quando escova os dentes, quanto toma café da manhã, na aula, no almoço, na janta, na balada. no MSN, no Orkut e até no Second Life!

O USUÁRIO

Normalmente são jovens desiludidos com a política, com os rumos da economia mundial e com as premiações do VMB que são as principais vítimas deste vício acachapante. Pressionado por outros jovens chateados com a elevação do dólar que acabou com seus sonhos de ir para a Disney, a vítima inocente e sem personalidade cede à tentação.

OS SINTOMAS

Primeiro, o usuário tosse, depois tosse mais ainda e depois tenta rir, mas ele continua tossindo e não consegue rir e nesse esforço dos pulmões em tossir e do diafragma em rir, o corpo entra em conflito e o usuário entra em convulsão, fazendo com que ele seja seguro pelos seus colegas de contravenção e colocado dentro daqueles bonecos malucos de postos de gasolina. Sim, este é o destino de todo jovem usuário de maconha: virar um boneco maluco de posto de gasolina. Então, da próxima vez que ver um destes bonecos, reze pela pobre alma que se encontra encarcerada dentro dele. Amém.


Jerri Dias é viciado em chocolate branco.

Nenhum comentário: