sexta-feira, 3 de outubro de 2008

BEM CAPRICHADO - Blog Convidado

O BEM CAPRICHADO é o blog da Natália Dias, que não é minha parente até onde eu sei e que é uma adolescente como (quase) qualquer outra, pois uma das paixões dela é escrever contos e crônicas auto-biográficas, coisa que ela faz com talento, sensibilidade e bom-humor. Claro que assim como qualquer blogueira ou escritora, tem dias que a inspiração não vêm para ela, mas quando vêm, você lê belos textos... como esse que posto abaixo.
Depois de se emocionar, clique aqui para visitar o blog dela.

Children on the Beach - Mary Cassat, 1884

UMA HISTÓRIA DE AMIZADE...

Eu tinha 5 anos e na minha escolinha perfeita, eu vivia minha vidinha perfeita. Até que ela entrou na escola. No começo achei ela bem metida, mas fui simpatizando... Até que ficamos amigas, muitos amigas, amigas inseparáveis. E mesmo ela sendo um ano mais nova do que eu, nós éramos as melhores amigas do mundo.
Quando soube que eu fazia ballet, ela quis fazer também. E de tanto ela insistir, a mãe dela a colocou no ballet comigo, e como se não bastasse, na natação também. E então, nós fazíamos tudo juntas e quase nunca brigávamos. Entrou uma outra menina na escola e então nos tornamos três inseparáveis, cada dia uma ia na casa da outra, os irmãos também se davam bem, éramos o trio perfeito.
Então, quando eu fiz 7 anos, precisamos mudar de escola. Minha mãe já havia decidido a minha escola, e mesmo que a mãe dela não quisesse, acabou tendo que colocá-la junto comigo, de tanto que ela insistiu. Voltamos a ser só duas, nunca mais vimos a outra. Nossas mães se conheciam, a família dela me adorava e a minha a adorava.
Mas nessa outra escola, nossa amizade se afastou um pouco. Ainda íamos uma na casa da outra, brincávamos depois da aula, mas ela tinha suas amigas e eu as minhas. Então, quando completei 9 anos, precisei mudar de escola de novo e fui para a escola que ela foi para não me separar dela.
Só que nessa outra escola, eu me juntei com o grupo das populares e esnobava ela. Fiquei chateada quando ela arrumou outra menina para chamar de 'melhor amiga', via ela cada vez menos, só de vez em quando...
E aí eu recebi a notícia: Ela ia se mudar. Na hora eu fiquei triste, muito triste, tudo bem que havíamos nos separado um pouco, mas ela estava perto de mim e eu dela. Na semana da véspera da viagem, eu ia na casa dela ou ela vinha na minha todos os dias, trocamos cartinhas de despedidas, nos chamamos de melhores amigas e juramos que "independente de qualquer coisa, uma ia ser SEMPRE a MELHOR amiga da outra".
Pronto, ela se mudou. Eu a visitei nas férias, nós nos divertimos. E eu conheci a amiga dela. Fiquei com um pouco de ciúmes, mas acreditava que nada ia superar nossa amizade. No aniversário dela eu fui pra lá e no meu, ela veio. Trocávamos e-mail, conversávamos por MSN, mas cada vez tínhamos menos assuntos. Daí, já tinham sido 8 anos de amizade.
Eu dei pra ela de aniversário, um colar de melhores amigas, mas ela já tinha outro, de outras meninas, e eu fiquei triste.
Mas, então, ainda estava tudo bem.
Chegaram as outras férias e eu não pude ir até ela nem ela veio pra cá. E minha mãe disse "é, aos poucos a amizade vai acabando, fazer o quê, né.", e eu fiquei muito triste, eu não queria que acabasse, nós éramos melhores amigas...
Mas daí eu percebi, a realidade dela agora era outra. Ela ia ao shopping todos os dias, tinha uma melhor amiga (que NÃO era eu), estudava num colégio super legal. E quando eu contei a ela que tinha menstruado, ela me contou que já tinha menstruado também. É, eu fora tão amiga dela, sem segredo nenhum e ela nem me contou. Depois ela me disse que perdeu o BV, antes de mim.
Era fato: Ela vivia em outra cidade, tinha outra melhor amiga, outros gostos, ela era outra, e a nossa amizade já era passado. Agora nós não nos mandamos depoimentos e não conversamos no MSN quando estamos on-line.
E eu morro de saudades dela, mas visitá-la não adiantaria nada, porque a MINHA AMIGA não existe mais, agora ela é outra pessoa e nem sequer se lembra de mim. Talvez o ano que vem ela me mande um depoimento dizendo "hoje fazemos 9 anos de amizade", mas, pra mim, essa amizade durou só 8 anos e ACABOU, infelizmente...

Pronto, desabafei.
Beijos.


15 comentários:

Biana França disse...

Olá, fui lá conhecer o blog...muito bom!
Obrigada pela visita surpresa.
Bjus.

Natiih disse...

Nossa,fiquei muito feliz por ter meu post publicado aqui e pelo que você falou do meu blog *-*
Obrigada.

cih disse...

Acho que todo mundo já passou por isso ... queria saber escrever assim como vc e como ela ...
Beijos!
http://sweeet.zip.net

Psicodellicuss Girl disse...

Nossa que maravilhoso texto mesmo, tô indo já conhecer esse blog.
História linda tbm hein..

Queria também agredecer por todas as vezes que tem visitado o meu simples blog e pelos comentários que deixa, e saiba que você foi umas das minhas inspirações pra eu criar um blog tbm, adoro os seus textos.

Bjus!

MADE IN LIBERDADE disse...

o.blog.dela.é.muito.legal.mesmo.
Obrigada.Jerri.por.ter.avisado.
Beijos!

Erica disse...

Nossa,que história triste.Dói muito quando uma amizade tão forte acaba,mas a vida segue e cada vez aprendemos mais com ela.

É Jerri,vou fazer artes cênicas na faculdade.Obrigada pela visita.^^

Bella disse...

Indicado por Jerri Dias? VAle a pena!!
Vou correndo ler a autora desse post, pq eu ADOREI. Tenho uma amiga com quem isso aconteceu tb, e embora aidna nos falemos, a amizade já quase ñ existe....fiqeui agora morrendo de vontade de ligar rpa ela :)
Abraços!

Lyra Wolff disse...

Olá!Jerri!
Gostei muito do seu Blog, conquistou minha atenção já no seu perfil(Antropologia,Filosofia,Scorsese,Rammstein(um dos meus "vícios auditivos")Saramago e Lovecraft(outro vício).
Gosto cada um tem o seu então, por ser algo particular eu não deveria estar escrevendo comentários acerca disto. Asssim o que foi escrito acima foi uma excessão, motivada apenas pelo fato de você possuir um excelente gosto.
(o que você já deve estar cansado de ouvir,mas enfim...ouvirá mais uma vez.)
O texto que você colocou neste post é realmente lindo.
No entanto,confesso que adorei seu post anterior com as opções de roteiro de filmes,foi uma ótima dose de humor para um sábado a noite tedioso.

Até,
Lyra W.

www.sing.for.me.zip.net

Mayara Gabriela ♪ disse...

visitei o blogger dela e adoreei! nossa, tão introspectivaaaa! ;))
hehehehe ;D

Lara disse...

nossa, eu chorei lendo isso!

Talita disse...

Nossa.Isso já aconteceu comigo.Também nem nos falamos mais,e o pior é que moramos na mesma cidade...Me sinto muito mal :~

;) disse...

Liiindo texto... Me fez lembrar da minha própria amizade que acabou.
Triste, mas bonito!

;*

Vitória Lemos disse...

Realmente as coisas são assim... Eu me mudei pra vários lugares, e quanto às minhas melhores amigas, bem, elas foram sumindo exatamente assim. Só três duraram. A Camila, a Mariana e a Magda (a última, eu quase nunca falo com ela. mas ainda tem uma ligação muito forte). As outras todas passaram. E no fim do ano eu vou me mudar de colégio. E a minha melhor amiga da escola, a Laís, não vai pro mesmo colégio que eu, não dá mesmo. E eu tô com medo que a nossa amizade acabe, sinceramente. Só que eu ainda não descobri um tônico pra fazer a amizade durar pra sempre, firme e forte. Acho que a das minhas 3 amigas e eu, que falei no começo, dura porque eu tenho parentes na cidade delas, e lá eu vivi uns bons anos, e no verão a gente se vê. Fora elas, todas se foram (ou eu que me fui?). Infelizmente, a vida é assim.

Little Miss Complicate disse...

Nossa! Me emocionei com a história, porque eu também tenho amugas e amigos que foram indo embora ao longa da vida.
Jerri, vai lah no meu blog... e vcs tbeim!
Bjus!
www.cabelocorderosa.blogspot.com

Nayara disse...

Me emocioneii