sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

DC COMICS - Filmes



Em uma reação tardia, mas muito esperada, a Warner Bros despertou da letargia e percebeu que tem na DC Comics um universo de personagens tão bons quanto o da Marvel para levar as telas e que já faz muitos anos que anda marcando passo com sua trilogia do Batman. Apesar de cinematograficamente, os filmes da Warner serem superiores aos da Marvel; que trabalha com diretores peso-médio (com exceção dos irmãos Russo); dá pra aumentar  a quantidade e manter a qualidade mantendo a contratação de diretores de verdade que tenham uma visão interessante dos personagens.

Então, para 2016 ano e 2017, já temos trailer e teasers do que virá por aí.

BATMAN VS SUPERMAN: A ORIGEM DA JUSTIÇA - Estreia 25 de março.




Aproveitando trechos de O CAVALEIRO DAS TREVAS de Frank Miller e A MORTE DE SUPERMAN, essa superprodução vai na contramão da Marvel, que primeiro apresentou a maioria de seus personagens em filmes solo antes de juntá-los em um supergrupo. Apesar de Batman e Superman já terem seus filmes solo, a participação da Mulher-Maravilha e outros heróis da Liga da Justiça, prenunciam um tratamento diferente da Warner em relação dos personagens da DC. Agora vamos descobrir como os roteiristas e Zack Snyder se saem demonstrando a utilidade de Batman em meio a tantos seres superpoderosos em um filme live action.


ESQUADRÃO SUICIDA - Estreia 4 de agosto.




David Ayer dirigiu CORAÇÕES DE FERRO, um ótimo drama de ação passado na Segunda Guerra e MARCADO PARA MORRER, um contundente drama policial. Com um currículo desses e tendo arrancado boas performances de seus atores nos filmes acima citados, fico mais tranquilo com a forma como Ayer deve ter lidado com tantos personagens interessantes (Croc fora). Vilões sempre costumam ser mais interessantes que heróis e um filme onde os vilões são os "heróis" vai revelar se eles realmente merecem tanto tempo de tela ou se como diz o ditado, "menos é mais". Não bastassem vários vilões conhecidos da série em quadrinhos, os roteiristas ainda trouxeram de volta o Coringa, desta vez interpretado por Jared Leto, um dos poucos atores americanos capazes de dar credibilidade ao excêntrico personagem. Espero que ele consiga, já que o visual criado para este Coringa não ajuda.


 MULHER -MARAVILHA - Estreia 23 de junho de 2017



Com o sucesso da série dos anos 70 da Mulher-Maravilha com Lynda Carter, milhões de fãs sempre sempre se perguntaram porque o cinema não aproveitava o personagem? Filmes com mulheres heroínas não atraem a plateia masculina dos filmes de aventura? Sexismo dos produtores? Scripts não faltaram. Mas graças a ela fazer parte da trindade heróica da DC, é justo e natural que ela ganhe um filme solo logo após Batman e Superman. A diretora Patty Jennkins dirigiu MONSTRO, um drama denso sobre uma das raras serial killers femininas que se tem notícia. Mas já faz algum tempo e a atmosfera do filme era bem diferente de uma de super-heróis. Mas se ela trouxer metade da tensão daquele filme para este, deve agradar os fãs que procuram mais profundidade e menos pirotecnia.

 
  

Nenhum comentário: