terça-feira, 19 de agosto de 2008

CAPRICHO 935


Fiquei animado com a reportagem Voando Alto (CAPRICHO 928) e decolei para fazer um...

INTERCÂMBIO NOS EUA!

1º DIA

Querido diário, desembarquei em Nova York e meus novos “pais” não apareceram para me pegar. Deve ser porquê eles moram em Los Angeles, do outro lado do país. Bem que me avisaram que a Vovó Mafalda Tour era a maior furada.

10º DIA

Cheguei. Meus “pais” são super-ocupados e nunca estão em casa. Amanhã começam minhas aulas na faculdade de cinema.

24º DIA

Os americanos falam inglês muito rápido, é muito diferente daquele intensivo de uma semana que fiz antes de embarcar. Lá o pessoal falava tudo devagar.

28º DIA

Meus “pais” voltaram de uma produção que estavam fazendo na Europa e viajaram de férias para a Austrália. O pior é que a empregada da casa é vietnamita e só sabe fazer comida com cogumelos. Ugh!

50º DIA

O último filme que meus “pais” produziram foi um fracasso de bilheteria e eles perderam tudo. Vamos ter que nos mudar para um bairro menos nobre.

62º DIA

Meu novo bairro é mais parecido com o Brasil. Só tem latino e o pessoal se enturma rapidinho, senão o carinha fica sem proteção e uma outra turma pode te detonar feio. Meus pais inciaram um novo negócio de “home delivery”.

75º DIA

Os tiras arrombaram a porta e levaram todo mundo por tráfico de drogas. Como réu primário e estrangeiro, vou ser deportado. Fiquei sabendo que meus “pais” pegaram 15 anos.

87º DIA

A Polícia Federal me pegou na descida do avião. Os tiras avisaram eles. Falei que era estudante de intercâmbio pela Vovó Mafalda Tour. Eles ligaram para lá e uma funerária atendeu.

101º DIA

Meu advogado disse que vai apelar no Supremo. Da próxima vez vou escolher um intercâmbio para o Iraque.

Jerri Dias sai em 3 anos por bom comportamento.

15 comentários:

♥тєcα♥ disse...

Rs o dia 24 é ótimo,eu moro na Inglaterra e me desdobro pra entender o que os Ingleses falam,(e eu não falo nada de Inglês mas entendo um pouquinho)e pior que eu acho que eles falam mais enrolados do que os americanos, tem muito sultaque, e eu tenho um amigo que faz curso de Inglês no Brasil e acha que fala tudo, eu dou mó corda mas pagaria um boi pra ver ele pagando mico aqui,hhahahahah!!!

Um Abraço!!!

Babee disse...

ah se ela tivesse ido com a tia clotilde em ao invés da vovó mafalda tudo seria diferente...

Camila Colossi disse...

legaaal =]


;*

Talita disse...

'e uma funerária atendeu'.Hahaha!

Turma De Férias Girls disse...

Oi... Amo suas colunas na Capricho, por favor entra no meu blog e deixa seu cometario.... www.tdfgirls.blogspot.com... o blog fiz com minhas primas q tbm te adoram!... Iraque é um maravilhoso lugar para viajar... Geórgia e Africa tbm...

♥тєcα♥ disse...

Olá então eu vim pra cá porque eu me casei, tô ha um anos aqui na Inglaterra, sou um tanto anti social e o pior é que aqui tem mais gente de outras raças do que Inglês,então fica complicado aprender inglês com os iraquianos e polacos,rs; eu moro a 4 horas de Londres, mas agora em setembro eu vou aproveitar a volta a as aulas para e o ínicio do ano letivo para entrar num curso de inglês.

Obrigada por passar no meu blog, um abraço!!!

MADE IN LIBERDADE disse...

pelo menos nada explodiu (!). Da próxima vez, vai pro Vietnã, tipo, um lugar mais calmo...

Luuuuize! disse...

acho que no Iraque as coisas iam ser mais fáceis, as bombas são tranquilas de aguentar. Fui uma vez com a Tia Anastácia, conhece?

beeeijo :*

Luuuuize! disse...

ui, Tia Anastácia foi péssimo hein?
aeuhaiuheiuaheiuh

Babee disse...

não que eu saiba =/

se souber de algo te aviso ;)

MADE IN LIBERDADE disse...

Mas olha, fui com a Tia Matilde, e vale a pena: depois de escapar de um homem-bomba e de um gambá com raiva, fui no veterinário tomar uma anti-rábica e voltei no 99º dia... Recomendo!

Camila Siqueira disse...

kkkkkkkkk..adoreii jerri!

Mas acho que fiquei meio traumatizada com intercambios!
kkkkkkkkkkkkkk!

Profana! disse...

Olá Jerri
Gostei do texto, acho que vou usar na minha próxima aula de Redação, meus alunos vão adorar, pode deixar que identifico o autor, claro.Pensando bem não vou liberar meu filho do meio para o intercâmbio de jeito nenhum, akakakak! Bom final de semana!

Mayara Gabriela ♪ disse...

sempre tive curiosidade de saber quem era o cara tão retardado e ao mesmo tempo tão criativo que escrevia na Capricho. confesso que te imaginava de outro jeito... Palavras soltas?? Cabelo e cachinho, amor e amora, leite e leitura! dãããã... o/
;D

Malú disse...

Uma outra boa tentativa de intercâmbio é ir pra Bangladesh. Se não conhece, vale a pena conhecer ;D