domingo, 8 de fevereiro de 2009

ILÍADA


Brad Pitt encarnou Aquiles na última versão da obra de Homero, o apenas razoável Tróia (EUA, 2004).

O Autor

Homero foi o primeiro grande poeta grego cuja obra sobreviveu até nossos dias. Supostamente viveu no século VII A.C., período que coincidiu com o ressurgimento da escrita na Grécia. Consagrou o gênero épico com as obras Ilíada e Odisséia.
Mas alguns estudiosos afirmam que a Odisséia teve enxertos de outros autores e não pode ser totalmente atribuída a Homero.


Os Cantos

Sendo esta uma obra cantada em praça pública há 2.600 anos atrás, os capítulos são divididos em cantos ou versos que narram dois meses do último ano do cerco de dez anos à cidade-fortaleza de Tróia pelo exército grego comandando por Agaménon e capitaneado pelo maior herói grego, o invencível Aquiles.

Muito diferente do recente filme Tróia de Wolfgang Petersen, que optou por uma linha mais realista, o original mescla a luta de gregos e troianos com as dos deuses olímpicos, que entram e saem da batalha o tempo inteiro, alterando o curso da guerra de acordo com seus humores.


E ainda assim, o livro se mostra extremamente realista ao cantar hinos aos dois lados, pois a fútil razão da guerra de Tróia (o rapto de Helena), não desmerece a honra e a bravura nem de troianos nem gregos. Sem falar na violência explícita das batalhas.


A leitura não é fácil para quem não está acostumado a ler poemas ou com um vocabulário rebuscado, mas se você se deixar levar, lá pelo Canto III ou IV você vai sentir como se estivesse lendo o melhor livro de aventura de sua vida. E é sempre um prazer ler uma obra escrita tanto tempo atrás e defrontar culturas antigas com a nossa e perceber, infelizmente, quão poucos os homens mudaram. E o estilo de Homero é tão majestoso, lírico e sagaz que empalidece quase todo autor e obra escrita hoje em dia. Se eu possuísse 10% do talento de Homero, meu Nobel de Literatura estaria garantido.


E se você um dia teve curiosidade para saber onde O Senhor dos Anéis, Guerra nas Estrelas e tantos outros épicos literários e cinematográficos se inspiraram, esta é a fonte original de toda literatura e filme envolvendo guerra, honra, bravura, sacrifício e cólera. A Ilíada é considerada a obra fundadora da literatura ocidental e nas listas das 100 maiores obras literárias mundiais, ela está sempre em 1° lugar.


A edição da Ediouro com tradução de Carlos Alberto Nunes mostra-se um trabalho caprichoso e meticuloso, onde toda palavra foi pensada e repensada antes de colocada no papel. O livro conta com uma extensa introdução sobre as duas obras de Homero e ao final, um glossário sobre todos os personagens do livro.


Trecho do CANTO XXI

Neste canto, Aquiles chacina dezenas de troianos em uma luta dentro do rio Xanto. O rio se enfurece em ter as suas águas cheias de mortos e sangue e tenta afogar Aquiles.

“E a muitos mais, por sem dúvida, Aquiles veloz prostaria,
se indignação não sentisse a corrente de vórtices túrbidos,
que, forma de homem tomando, do fundo das ondas lhe fala:
‘Inclíto Aquiles, supera a todos os homens em força
E em ações ímpias, também, porque sempre os eternos te amparam.
Se te concedes Zeus grande que todos os Teucros destruas,
sai do meu leito e esses atos horríveis no plaino executa,
que minha bela corrente se encontra entulhada de mortos.
Não me é possível levar para as ondas divinas as águas,
Que me represam os corpos; e tu de matar não desistes!
Meu grande espanto confesso; é o bastante, senhor poderoso!’”

Quer comprar baratinho?

Estante Virtual


Boa leitura.

15 comentários:

henrique teixeira disse...

Bela matéria.
Eu por trabalhar em livraria, sempre tenho livros com estes em minha estantes...

xxx henrique teixeira

Bell Bastos disse...

Vou baixar. =D

Steeeh disse...

quando comeceii a ler o post eu jurava que vc ia dar uma de voltaire e zooar totalmente a obra, e olha me surpreendii Jerri :o vc falouu sérioo meu, to acostumada com o blog da capricho que vc só zooa e nunca acho que ta falando sério o_O' agora vejo que o jerri dias também fala sério!! sério, vc é meu idoloo *-* HSAHSAHAS vc é muuito bom, esperoo um dia conseguir ser tao booa escrevendo quanto você. beijoo

' Jαdє Amσrιm disse...

Não gosto muito de livros sobre esse tipo de guerra, talvez eu prefira me afundar na fantasia!
Ah, e se eu quisesse ler eu leria em espanhol! rsrs

=P

BeijOs!

Anaa Bia ;) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anaa Bia ;) disse...

Me interessei por esse livro, realmente queria ler ! Maas, sou uma reles mortal que não é boa em espanhol, muito menos em Inglês :/
Quem sabe um dia !

Beeijos ;*

Kitty disse...

O post veio em boa hora...tava procurando algo pra ler..ontem terminei o livro que eu trouxe pra viagem (Ciência Médica do Dr. House , algo assim..bem interessante)
Acho que vou dar uma pesquisada e ver se encontro esse por aqui!

Ah, vens pra Torres?! Quando?
Eu tô por aqui desde dia 7, acho...me vou dia 14, direto pro Uruguai.
Ah, esses dias vi um anúncio do show do Peter Murphy em POA e lembrei de ti...eras tu quem gostava, né?
Beijo!

Mundo Cólica disse...

Eu sou fã assumido dos mitos gregos e eu amo demais a Ilíada,só nunca li o livro propriamente dito,só nos livros de mitos aquele resumão.A maior guerra de todas,teve participação de vários deuses e aconteceu por amor...Totalmente foda.


Até os alemães do Blind Guardian já fizeram uma musica narrando toda a guerra e é uma das minhas preferidas tendo uma letra kilometrica.

esse trecho da musica fala de quando os troianos acham que a guerra acabou e depois descobrem que estam enganados:

"The nightmare shall be over now
There's nothing more to fear
Come join in our singing
And dance with us now
The nightmare shall be over now
There's nothing more to fear
The war it is over, forevermore

No hope
The blind leads the blind
Carry on
Though future's denied
Mare or stallion
There's far more inside
We are in at the kill
We'll cheerfully die"

And Then There Was Silence-Blind Guardian

Nando.

Paulaa ~ • disse...

Ah entre guerras e fantasia... prefiro um livro super encantador sobre um vampiro que se apaixona por uma mortal. É crepúsculo me fascinou, tanto o livro quanto o filme *-* ... Bom, sobre o comentário que vc fez no meu Blog *-* ... Minha mãe quase teve um treco né ? Nós aqui em casa adoramos suas colunas na Capricho e somos fãs sim senhor :D ... Muito Obrigada Jerri !
Ah e eu passei na federal para jornalismo \o/ ... Quem sabe um dia tbm não estou aí na Capricho com vc :P {sonhar não custa nada né} heauheuaehuaehauehaeh =**

' Sofih disse...

Ru já li Odisséia e achei super legal! Eu gosto dessas literaturas gregas, essas coisas antigas assim! =D
Bjs

' Jαdє Amσrιm disse...

Ah, obrigada pelo elogio Jerri.

A infância é algo realmente ótimo, é uma ingênuidade encantadora. E muitas pessoas realmente não devem esquecer essas coisas simples da vida...

Quanto ao filme, quero assistir, mas na minha cidade não tem cinema. (injustiça!)


BeijOs!

gwen mignot disse...

oooooooooow, nem deu pra ler tudo. tô na maior correria, estudando, ano de vestibular e talz. haha. perdi até duas aulas hoje pra ficar na net respondendo os comentários... mas de boa! =D
jerri, adorei a capricho desse mes! morri de rir! hahaha quem dera tivesse mcdonalds no meu colégio! kkkkkkkkk. bjão, sucesso! ;DD

A sonhadora disse...

guerras, guerras e mais guerras,
issso tá parecendo mais um dia na rua 1, aff.
Bem, amei o blog, achei ele nun dia que estava cansada de tanto trabalhar, mas fazer o que, psico tem dessas coisas.
Vou mostrar esse blog para algumas das meninas que ajudamos, abraços.

Daniela Serrano
http://superandoabusoss.blogspot.com/

Hermes disse...

Deu vontade de ler, já tinha, e agora terei mais. Quem dera ter o talento dele, apesar de discutir se ele é um personagem histórico ou lendário. Abraço

Juh disse...

Adorei o post...=]

Nunca tive coragem de ler esse livro,mas agora você me incentivou...Será o próximo livro adquirido!

Beijos