sexta-feira, 8 de maio de 2009

AS INSANAS MELODIAS DA LINA – Blog convidado

O perfil da Lina diz assim: “Eu não sou nada. Mesmo. Mas por mais pequena e insignificante que eu seja, tenho muitas coisas a dizer.”
E como tem!
Essa garota de 17 anos produz textos existencialistas que seriam normais em uma escritora com o dobro da idade dela.
Se ela continuar afiando sua pena desse jeito, quando ela for uma escritora, jornalista ou cronista conhecida e reconhecida, nós poderemos dizer de boca cheia que a conhecíamos desde quando ela era um “nada”.

Abaixo, texto e vídeo extraídos do blog.

Morte e Vida - Gustav Klimt, 1916

LA VIE EN ROSE

A vida é curta demais. O que vem depois dela? Chamam de morte, mas ninguém sabe. Só o que se sabe da vida e que ela é frágil demais, delicada, bela demais. E que nenhum pôr-do-sol é igual a outro. Não digo que ela é curta demais para nós, que somos jovens. É curta para os velhos, também. Para eles o tempo parece passar mais rápido. Digo isso porque sei. Porque ouvi.


Uma vez me disseram que morrer jovem é permanecer belo. Eu discordo, como costumo discordar de quase tudo. A velhice tem sua beleza, seu charme. Às vezes me sinto estúpida. Passo noites em claro imaginando os tipos de morte que eu poderia ter. Os objetos que eu deixaria, para quem e por quê. A dor agonizante de um último suspirar. Ou o meu velório e as pessoas que estariam lá. As que chorariam e as que não. As que pegariam em minhas mãos, as que consolariam minha família, as que não iriam porque não gostariam de ter minha última lembrança naquele estado. (Não tentem isso em casa. É desesperador.) Eu sei. Estupidez demais para uma pessoa que deveria viver e agarrar para si cada momento que lhe aparecer pela frente e transformá-los em belos, memoráveis, intensos. Para que durante as noites em claro eu pense que, se de súbito eu morrer, tive um dia bom. Dei um beijo na face de cada um dos meus pais, um afago em meu cachorro, um 'durma bem' para meu irmão, uma risada com meu sobrinho e um 'eu te amo' para meu namorado. Se eu me lembrasse de fazer estes simples atos todos os dias, talvez morresse feliz.

O que mais me incomoda na morte não é o desconhecido, a dor ou a forma, mas sim a pendência. O ato não esclarecido. O perdão não concedido. A frase entalada na garganta que nunca mais vai sair. A morte não manda telegrama, aviso prévio ou dez dias para que você resolva seus problemas. Nada é certo nessa vida. Mas eu sei que me sinto muito mais em paz comigo mesma quando não tenho pendências com alguém que amo.


Um conselho? Deixe seu legado. Sua ação boa para com a humanidade. Não precisa ser algo grandioso ou famoso. Mas deve ser notável e belo. Uma carta, uma música, uma filosofia de vida, um cheiro, uma sensação, um poema. Um pedido de desculpa move o mundo. Somos tantos, tão iguais e tão diferentes. Mas temos a mesma humanidade desde que o mundo é mundo. Quando fizer alguma coisa - qualquer coisa - realmente faça. Desfrute do momento. Abuse dos sabores, cores e sensações de cada ato que fizer, por menor que seja. Espontaneidade é liberdade. Não que eu faça tudo isso. Eu não faço. E dói muito em mim reconhecer isso. Mas vou me esforçar para fazer o melhor, sempre.

Não escreva que a vida é breve na parede de seu quarto ou no espelho como forma de lembrar-se disso todos os dias. Se for para escrever, escreva que a vida é bela. E que não deve, em hipótese alguma, ter seus segundos desperdiçados. Somos o que somos: e não há meios para mudar. E, já que estamos aqui, saibamos aproveitar da melhor maneira possível. E hoje? Já olhou o céu e reparou como é belo o movimentar lento das nuvens? Deu bom dia para alguém? Um sorriso a um estranho na rua? Sentiu o ar passar pelos seus pulmões? Pediu desculpas? Agradeceu? Sentiu, mesmo, o sabor da comida, o frescor da água? Cheirou uma flor? Viu o pôr-do-sol? Contou uma história? Porque a vida é curta demais. E o tempo não nos concede pausas.




Quer ler mais?


AS INSANAS MELODIAS DA LINA

Surpreenda-se!


E LÁ NO SITE DA CAPRICHO...

Descubra se você é tarada!

E frases absurdas do
ENEM 2009 com comentários quase tão absurdos quanto.


30.000 VISITAS


Três semanas atrás o blog atingiu a marca de 30.000 visitas. Isso foi 7 semanas depois de ter atingido 20.000 visitas! Eu fico super contente que as pessoas estão curtindo tanto esse blog! Obrigado a todos e eu juro que quando chegar nas 100.000 visitas eu paro de incomodar com tanta celebração...


200 SEGUIDORES

Bom, além das milhares de visitas, o blog também atingiu a marca de 200 leitoras e leitores fiéis que fazem questão de saber tudo o que rola por aqui. Um obrigado especial a todos!


WOLFGANG AMADEUS MOZART


Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791) foi, talvez, o maior gênio musical que já existiu.
Compositor aos 5 anos de idade, foi autor de mais de 600 obras musicais dos mais diversos gêneros. Eu não acredito mais em Deus, mas escutar a música de Mozart me deixa com dúvidas... E se quiser conhecer mais, assista ao brilhante filme AMADEUS de Milos Forman. E claro, escute a música.

18 comentários:

Joy disse...

Realmete essa garota tem tudo pra ser tudo futuramente!
Eu tenho umas postegens que são quase o contrário do que ela pensa sobre a vida, mas tem a ver com paixões e coisas do tipo..

Seu blog merece tudo isso! Parabéns!

Mylla disse...

eu conheço o blog dela!
ELA É FANTASTICA!
bj jerri

Lina :) disse...

A Mylla ali!
Eu não sei nem o que comentar, apenas agradecer.
Beijos, Jerri.

Lalá disse...

Olá.
Justamente quando calha desta pessoa aqui ler o seu blog por indicação da Lina eis que é dela que você fala!
Pois é,eu também acredito que estamos vendo uma escritora surgir.Ela não acredita,mas eu já lhe disse isso várias vezes.Como todo escritor de verdade ela tem o dom de brincar de uma forma única com as palavras dando seus verdadeiros sentidos no explícito e no implícito.

Dóri disse...

Adorei o texto :)
Vou visitar o blog dela já... Apesar de eu postar no Freckled Guitar, também sei apreciar coisas boas! HAHAHA

Beijos

Amanda disse...

Fiquei sem palavras! Ela conseguiu enfim expressar tudo o que EU sinto? JURO!
___________________

Jerri, vocêe nunca disse nada no Jerri de A-Z sobre não acreditar mais em Deus. (Ou teria sidoeu extremamente ignorante a ponto de não ver); ou ainda, Eu entendi errado o que você disse aqui no blog, foi isso?

Bom, isso me fez muito curiosa!

Ficaria grata se acabasse com essa curiosidade;

beijo :*

Johaa disse...

Uaal!
miinina vc teem futuro viiu Lina?
Jerry eu te amoO ^^

Holly disse...

esse post tah d+ jerri. Essa garota é mara! dá pra acreditar q aos 17 alguém escreve assim? Eu amei especialmente o vídeo, é mto difícil achar vídeos q ñ me deixem impaciente + eu achei esse lindo.

e parabéns pelo blog, q bom q vc tah feliz c todas as visitas, eu vou ver o q acho de MOzart

Mαяiн ♥ disse...

jerri, você faz um trabahlo muito legal indicando blogs de garotas comuns (:
Pode apostar que agora ela vai ter o blog com muito mais acessos, graças a você!
Obrigada por indicar esse blog pra todas as 30.000 leitoras ;9

Anaa Bia ;) disse...

Ela escreve muito, meu Deus ! Eu adoro gente que reflete assim, que nem ela :) Vou acompanhar !

Preciso começar a fazer essas pequenas coisas no meu dia-a-dia, porque, caso eu morra subitamente, eu morra em paz !

Quanto tempo não venho aqui :o Vou voltar a acompanhar !

beeijo :*

Bella! disse...

A Lina escreve muito! Conheço ela de blog! :D

Bruna Bianconi disse...

Ela escreve muito bem, sempre passo pelo blog dela :)
ótima semana!

Ѽ I ڪٲک S.C.R. ✖ disse...

Gostei muito do estilo dela. depois dos 20 talvez eu aprenda a escrever assim, resumo muito minhas idéias sobre a vida, a morte, o amor e tudo entre eles no meu blog... se quiser fazer uma visita, é bem-vindo!

leticia disse...

queria saber escrever super beem!!!

vou ver o negocio lá do Enem e do teste VOCE É TARADA?

sahuas

Gabriela Bueno disse...

Lindo lindo. =]*

Gabriela Bueno disse...

parabéns moça , adorei mesmo *-*

mohdoce disse...

Prabens Jerri pelas 30 mil visitas!
Sou leitora assídua!Vou tá aqui na comemoração de um milhão de visitas!
você merece bjos!

Patrícia disse...

Quando li o blog da Lina também me surpeendi. A escrita dela é muuuito madura! :)