sábado, 7 de março de 2015

BRIGITTE BARDOT - Galeria

 
Clique nas imagens para ampliá-las.
 

Nascida em Paris em 1934, Brigitte Anne-Marie Bardot é conhecida mundialmente por suas iniciais, BB e é considerada o grande símbolo sexual das décadas de 50 e 60. Tornou-se ativista dos direitos animais, após se retirar do mundo do entretenimento e se afastar da vida pública.

Ícone de popularidade da década de 1960, foi eleita pela revista americana TIME um dos cem nomes mais influentes da história da moda. Bardot tornou-se uma estrela internacional em 1957, após protagonizar o polêmico filme "E Deus Criou a Mulher", produzido pelo seu então marido, Roger Vadim. Ela chamava a atenção da intelectualidade francesa e Simone de Beauvoir a descreveu como "uma locomotiva da história das mulheres", além de ter sido considerada a mulher mais livre do Pós-Guerra na França.

Considerada uma mulher a frente de seu tempo, mesmo sem ganhar grandes prêmios no cinema, Brigitte causava histeria na imprensa mundial e era uma das poucas atrizes não-americanas de sua época que recebiam grande atenção da imprensa dos Estados Unidos, onde surgiu o termo "Bardot mania" para qualificar a adoração que ela suscitava. Seu estilo natural, incorporado a uma mistura de ninfeta com femme fatale, juntamente com seus cabelos longos e loiros, tornaram-se mania entre as mulheres e influenciou todo o estilo e comportamento das gerações das décadas de 1950 e 1960, mudando para sempre a forma de representar o feminino.

Distante do sucesso e do glamour do cinema há quatro décadas e engajada numa polêmica cruzada em defesa dos direitos animais, ela ainda se mantém firme como um ícone de sensualidade e beleza feminina, inspirando a moda e também vários artistas da contemporaneidade. Foi eleita uma das dez atrizes mais belas da história do cinema por uma pesquisa realizada na Inglaterra em 2009.

Fonte: Wikipédia











Nenhum comentário: