domingo, 1 de novembro de 2015

A VINGANÇA DE KALI GARA (Brasil, 1999) - Curta

Cartaz de Péricles Rangel.


Uma das coisas que mais me orgulho na vida foi este meu primeiro curta semi-profissional.

Depois de fazer muitos filmes trash em vídeo com amigos, chamei alguns deles e muita gente que não conhecia ainda para me ajudar nessa empreitada que foi fazer um filme Super-8 com todas as dificuldades financeira e logísticas possíveis: sem internet, sem telefone (linha só viria no ano seguinte) e nem celular. Usando recursos cedidos por amigos e me endividando por quase um ano, conseguimos fazer o filme em duas etapas: 4 dias de filmagem em fevereiro e mais 2 dias em junho.



"A Vingança de Kali Gara, de Jerri Dias, uma paródia de cinema mudo e policial noir apresentada com música ao piano na sala de projeção, ficou com todos os prêmios do júri dos Super-8. A boa direção de atores, a ótima produção e especialmente o bom roteiro, capaz de inventar piadas novas sobre um velho artifício narrativo, justificam todos os prêmios."
Jorge Furtado, cineasta.
Foto de Letícia Ramos.


Tive sorte de conseguir manter a mesma equipe que acreditou, batalhou e se esforçou muito pra que esse filme desse certo. Nunca vou poder agradecer o suficiente.

No fim das contas, o medo de que o filme não ficasse bom foi só um medinho, pois apesar de tudo, eu tinha plena confiança de que tinha filmado (quase) tudo o que precisava para poder montá-lo de uma forma coerente e divertida.

 
"Com duração em torno dos 20 minutos e uma história de suspense, humor e mistério, tem uma qualidade rara de ser vista em filmes de iniciantes e prende os espectadores do início ao fim."
Ney Gastal para o site Baguete
Foto de Leticia Ramos.


 E deu certo. O filme arrecadou todos os troféus da mostra Super-8 do XXVII Festival de Gramada e graças a isso, e talvez ao filme ter ficado bom, consegui convencer o Fumproarte a financiar o transfer do filme para 16 mm. Isso garantiu ao filme uma sobrevida em mais festivais e mostras e consequentemente, mais prêmios e reconhecimento.

Boa sessão.






Nenhum comentário: