segunda-feira, 16 de novembro de 2015

TOP 5 SÉRIES - COMÉDIAS BRITÂNICAS

THE OFFICE (2001 - 2003)

Impossível não se identificar com os tipos bizarros que convivem em um escritório. Mas é claro que ninguém se identifica com os idiotas, o que é quase um paradoxo, pois se ninguém é idiota, de onde eles vem? ;-)


Um falso documentário sobre o dia-à-dia de um escritório de uma fábrica de embalagens. Criado pela dupla Ricky Gervais e Stephen Merchant, a série contempla todos os tipos que qualquer uma que já tenha trabalhado em escritórios conhece. A grande sacada de Gervais e Merchant foi criar uma série em que é quase impossível não reconhecer esse tipos todos ou a si mesmo. Esse sucesso levou a diversas refilmagens em vários países incluindo o mais famoso, o The Office (Vida de Escritório) americano, que teve 9 temporadas.

Mas como humor britânico é humor britânico, o original protagonizado por Gervais como o chefe egomaníaco continua imbatível.


GARTH MARENGHI'S DARKPLACE (2004)

 Armas não fazem muito sentido em um hospital e nem tem muita função nesta série, mas sempre parecem legais em fotos promocionais quando os atores não sabem o que fazer com as mãos.


Plantão Médico encontra Evil Dead é pouco para descrever essa série que emula o pior das séries dos anos 80. Atores canastrões, diálogos horríveis, efeitos capengas e violência gore total dão o tom dessa brilhante série sobrenatural sobre um escritor egocêntrico e seu personagem médico narcisista (ou seria o contrário?). Richard Ayoade, de The IT Crowd entrega uma performance tão amadora quanto hilária interpretando o editor Dean Learner que "interpreta" o diretor do hospital.

Um presente para quem gosta de paródias sobre paródias. Só durou uma temporada porque era boa demais para a TV.

E porque tinha muito sangue.
Sangue.
Sangue.
Sangue.





EXTRAS (2005 - 2007)

 Prepare-se para conhecer toda a cruel verdade sobre o mundo do cinema e seus protagonistas.


Cinéfilos vão amar as participações especiais engraçadíssimas de Samuel L. Jakson, Robert De Niro, Kate Winslet, Orlando Bloom, Daniel Radcliffe ente muitos outros nesta hilária série sobre Andy Millman, um ator ruim com uma boa ideia para uma sitcom, mas que tem que se sustentar fazendo papel de figurante em filmes com atores e atrizes famosos ao mesmo tempo em que vê um ator rival e canalha galgar as escadas do sucesso e do reconhecimento. Em suas patéticas tentativas de se tornar famoso e reconhecido, Millman; junto com Maggie, sua amiga burrinha e Darren Lamb, seu mais do que incompetente agente; vai pagar os micos mais absurdos e vestir as saias mais justas possíveis até o ponto de ser odiado por todos.

A série teve 13 episódios, recebeu inúmeros prêmios e foi aclamada pela crítica pela sua visão ácida e cruel do mundo do cinema e da TV. Depois disso e The Office, Ricky Gervais e Stephen Merchant provaram-se gênios da comédia. Imperdível!





THE IT CROWD (2006 - 2013)

Uma série só com gente bonita, descolada e popular. Gossip Girl queria ser IT Crowd.


Um gênio excêntrico da computação, um geek tímido louco por mulheres e uma chefe que não sabe nada sobre informática trabalham como o hilário suporte técnico no subsolo do prédio de sua empresa. Com personagens carismáticos e divertidos - com destaque para Richard Ayoade como o esquisito Moss e Richmond, o gótico que mora escondido no porão - a série explora o caminho do nonsense aberto por Monty Python com situações tão absurdas quanto surreais. A série seria uma espécie de The Big Bang Theory britânico, já que explora bastante o universo geek e nerd, mas com uma pegada mais adulta e inteligente.

Para o deleite dos fãs, a série teve um longa duração para os padrões britânicos e teve 25 episódios. A média parece ser apenas 12 mais um Especial de Natal.





NO HEROICS (2008)

A série que prova que qualquer mané pode ser um super-herói.


A série acompanha as desventuras de 4 super-heróis que já viram dias melhores em suas carreiras: HOTNESS, que pode criar fogo mas tem problemas de baixa autoestima porque seu poder é um tanto inútil e destrutivo demais. ELECTROCLASH é uma super-heroína bad girl que fala com máquinas e usa isso para sacar dinheiro de caixas eletrônicos. TIMEBOMB é um homossexual depressivo cujo poder é saber o que acontecerá dentro de 1 minuto. Bem, até que serve pra desviar de coisas jogadas contra ele. E SHE-FORCE é a garota fortinha e romântica do grupo. Todos se reúnem em um pub exclusivo para super-heróis onde poderes não são permitidos mas quase ninguém respeita essa regra. Para coroar o elenco de heróis, existe EXCELSIOR, o Superman local que não passa de um cretino que comete bullying e assédio com seus colegas menos poderosos.

Indicada para Melhor Comédia Britânica Estreante em 2008, referências a quadrinhos e filmes são uma constante nessa britcom que é um presente para os fanboys.


Nenhum comentário: