segunda-feira, 19 de julho de 2010

CAPRICHO 998 - Não Publicada



X-MENINA

Paula foi assistir X-Men 3 com a galera, mal prestou atenção no filme e nem viu o final depois dos créditos pois toda hora ficava falando bobagem e recebendo e mandando mensagens pelo celular. Mas ela se arrependeria.

Eram 6:30 da manhã do dia seguinte quando ela acordou para a escola. Como de hábito, ficou 15 minutos a mais na cama e sua mãe mandou Laco, seu irmão, ir puxar os cobertores dela. P... da vida, Paula xingou Laco e foi escovar os dentes. E foi aí que as coisas começaram a acontecer.

Quando se deu por conta, ela havia escovado os dentes, feito xixi, tomado banho, secado os cabelos, feito chapinha e maquiado-se em apenas um minuto. Sua mãe e Laco não acreditaram quando a viram pronta para a escola. Normalmente Laco teria que derrubar a porta do banheiro a chutes para ela sair.

Ainda confusa com o que tinha acontecido, Paula mal teve tempo de pensar no que tinha acontecido no banheiro, pois sua mãe já estava empurrando os dois para o carro.

No colégio, Paula decidiu manter seu segredo, mas quando ela fez a prova de Matemática em 1 minuto e 34 segundos, todo mundo achou que ela tinha entregue a prova em branco, mas não, todas as questões estavam respondidas. Mais tarde o professor lhe daria um 5,5 na prova, o que prova que rapidez não tem nada a ver com saber matemática. Mas naquele momento, Paula ainda estava fascinada com esse poder estranho que ela não sabia de onde tinha vindo. Súbito, ele lembrou-se vagamente de uma personagem no filme que também tinha super-velocidade.

Seria Paula uma mutante? Mutantes existiam?! Ela decidiu que tinha que prestar mais atenção em filmes e nas lições de genética na aula de Biologia.

No intervalo, mais um incidente: um bullie roubara um chocolate de um menino e sem pensar, Paula pegou o chocolate da mão do bullie e colocou de volta na mão do menino. Isso tudo tão rápido que ninguém a viu fazendo isso! O problema é que o bullie pensou que o menino é que tinha arrancado o chocolate de sua mão e por isso deu mais uns cascudos no moleque e roubou o chocolate de novo. Depois disso, Paula achou melhor não se meter mais nessas coisas.

Já na aula de Educação Física, a professora resolveu colocar as meninas para correr. Ainda sem muito controle de seu poder, Paula tentou ir o mais devagar possível, mas a velocidade do vento que ela gerou dando voltas na pista, acabou criando um pequeno tornado no pátio da escola, causando algum estrago e fazendo com que as aulas fossem suspensas, assim como Paula, que voltou para casa com um bilhete da diretora e uma conta-monstro para os pais dela pagarem pelos estragos.

É, vida de x-menina não é fácil...


Jerri Dias é mutante e sofre preconceito por causa disso.


7 comentários:

FêÊê disse...

Imagina se eu fosse rápida, ia ter mais tempo pra não fazer nada rsrsrsr.. Não vou nem comentar que saco seria ter um namorado com esta mutação heheh.

Mas e agora o que vai acontecer com a Paula? ela vai usar seus poderes para o bem ou vai se indignar com os preconceitos da sociedade não mutante? Sera que professor Xavier vai acolhe-la?

Eu sou a power ranger cor de rosa, mas não ta ninguém...;)

bella teen disse...

Muito bizarro xD

www.bellateen.blogspot.com

αriαηα Cαrłα =* disse...

KKKKKKK, a vida de uma X-menina não e nada fácil mesmo, haha.

:*
www.arianamagalhaes.blogspot.com

Gi disse...

Nossa, o final me deixou um pouco frustrada... Acho que estou assistindo demais filmes/desenhos de super heróis e acostumada com eles salvarem o mundo sem se ferrar!

Adoro seu blog Jerri! *-*

Esyath disse...

Jerri,

vamos combinar esse texto é bem leve, beira o levianismo, mas é humorado, articulado e dá vontade de você sorrir... Gostei. Não sabia que você escrevia contos, então meus parabéns.


Beijos (Des)conexos!

Moon disse...

"Mais tarde o professor lhe daria um 5,5 na prova, o que prova que rapidez não tem nada a ver com saber matemática" eurialto HAHA

Bgs

Lorena Rocco disse...

vida de x-menina não é facil...

=*