quarta-feira, 16 de abril de 2014

ASTÉRIX E O ESCUDO ARVERNO - Comics

 Clique para ampliar.


Meu primeiro contato com Astérix e Obélix, de Goscinny e Uderzo,
foi com um longa metragem animado em um drive-in na zona sul de Porto Alegre no início dos anos 70, quando ainda nem sabia ler. Alguns anos depois descobri que existia uma vasta coleção de quadrinhos da dupla e passei a devorar todos os exemplares.

Neste O ESCUDO ARVERNO, o 11º volume das aventuras do divertido gaulês e sua turma, Júlio César precisa do tal escudo (símbolo de sua vitória sobre os gauleses) para demonstrar seu poder para a região de Arverne, mas o escudo está desaparecido. Sabendo das intenções de César, Astérix e Obélix tentam descobrir onde está o tal escudo para que César não possa se apossar dele e assim impedir a humilhação moral de sua tribo. Ao mesmo tempo, Abracurcix sofre de uma crise de fígado por comer demais e seus dois guerreiros mais valentes o acompanham a um SPA romano, onde seu apetite desenfreado por javalis gera perturbação e motim entre os pacientes.




Com as típicas brincadeiras com os estereótipos dos países europeus, sopapos nos romanos e enredo inteligente, O ESCUDO ARVERNO é uma boa (re)leitura para esquecer um pouco os tempos cínicos que correm. 


Nenhum comentário: