domingo, 4 de maio de 2014

THE OFFICE – BBC (Inglaterra, 2001 – 2003) – Série de TV

 Série causa riso e angústia ao retratar mundo do trabalho.

 
Por SYLVIA COLOMBO
EDITORA DA ILUSTRADA (Folha de São Paulo)

Nem agente do FBI, nem herói de um grupo de sobreviventes de um desastre de avião, nem médico genial e ultracharmoso. O protagonista da série inglesa "The Office", lançada agora em DVD, carece de charme e tem uma vida bem menos emocionante. Trata-se do medíocre chefe de um escritório cujo cotidiano é maçante e repetitivo.

Seus comandados passam os dias entediados diante de telas de computador ou ao telefone com clientes trocando informações em linguagem técnica sobre o mercado de papel. Cada um a seu modo, vivem enganando-se ao tentar provar para si mesmos que não estão desperdiçando suas vidas. O ambiente traz os elementos clássicos dos escritórios: máquinas de fax e xerox, grampeadores, salas de reunião com venezianas. Zero glamour.

Parece difícil imaginar que dessa matéria-prima se possa fazer uma boa comédia. Mas é o que conseguiu a dupla de produtores Stephen Merchant e Ricky Gervais -este último também protagonista da série.


Comédia traz chefe inconveniente, racista, sexista, infantil e metido a engraçado.

"The Office" começou em 2001, teve duas temporadas no Reino Unido, e ganhou três Baftas (o Oscar inglês) e um Globo de Ouro. Depois, a ideia foi exportada para os EUA. David Brent (Gervais) envergonha seus comandados tentando emplacar piadas sem graça e posar de motivador de equipes. É inconveniente, racista, sexista e infantil. Tem sonhos de grandeza delirantes. Nunca toma decisões práticas.

E, enquanto sua seção está indo pro buraco por conta de uma fusão, ele gasta o tempo buscando provas de que é amado. Também há o carreirista psicopata, o bom-moço para quem nada dá certo, a recepcionista chata e a nova funcionária que quer ser a gostosa do pedaço.

A série tem o formato de "mockumentary" -falso documentário satírico. Os diálogos e a ação -ou a falta dela- tratam essencialmente do mesmo vazio dividido entre interesseiros, folgados e os simplesmente carentes, como Brent.

"The Office" é uma comédia engraçadíssima, mas seu principal atrativo é o de também provocar uma pontada de angústia. Afinal, não há quem não encontre, em pelo menos um ingrediente da vida ali, um pouco de seu próprio dia a dia.



Neste vídeo, o chefe, personagem de Ricky Gervais, fica com inveja de seus funcionários que dançam na festinha do escritório e quer mostrar que dança melhor do que eles.



Nenhum comentário: