sábado, 21 de junho de 2014

CAGE - Comics

 A versão "Pimp my Hero" de Azzarello e Corben para a Marvel.


Esqueça o herói de calça colante azul, camisa amarela-cheguei e cabelo black power. O Luke Cage de Brian Azzarello e Richard Corben tem um visual inspirado em rappers, ou seja, ele é mais cool e fodão do que qualquer um dos vilões que ele enfrenta. Imagine um Chuck Norris negro...

Na história, Cage é contratado para achar o assassino de uma menina de 13 anos morta por uma bala perdida numa guerra de gangues em um bairro negro. Mas como o buraco é sempre mais embaixo, a máfia italiana e políticos acabam entrando na jogada e rola merda no ventilador para todos os envolvidos.

Azzarello garante a qualidade do texto, construindo personagens marginalizados e violentos como na série 100 BALAS. E Corben, artista muito publicado por aqui nos anos 80 e que praticamente sumiu das bancas nacionais nas últimas décadas, complementa com seu traço erótico, brutal e sangrento.

Cage já dá o tom da obra no primeiro quadrinho: “Às vezes dá merda.”
É verdade, mas não nessa ótima minissérie do selo adulto MARVEL MAX..


O visual original do herói.



Nenhum comentário: