sábado, 7 de junho de 2014

CAPRICHO 1104 - Humor

Clique para ampliar.


Achei legal a matéria de profissões que vão bombar no futuro (ed. 1102), mas faltaram essas...

PROFISSÕES QUE VÃO BOMBAR NO FUTURO MUITO DISTANTE!

AEROMOÇA ESPACIAL
Viajar entre a Terra, Lua e Marte vai ser rotina. O chato é que ir da Terra a Marte e voltar vai levar 2 anos, por isso sua neta vai ter que desistir de ter um namorado fixo.

EXOBIÓLOGA
Essa profissão já existe, mas no futuro, sua bisneta vai ter mesmo que dissecar sapos e ratos alienígenas na faculdade.

OPERADORA DE TELETRANSPORTE
Desconstruir uma pessoa molécula por molécula e depois reconstruí-la do mesmo jeito do outro lado do mundo vai ser um trabalho de responsa. Imagina se a pessoa reaparece com a bunda no lugar da cabeça e vice versa?

BABYMAKER
Genética avançada. Nessa profissão você programa os genes dos futuros bebês para nascerem do jeito que os pais quiserem: loiros de pele escura ou negros de olhos verdes. Ou para pais mais avançados, filhos com habilidades mutantes!

PROGRAMADORA DE ROBÔS
No futuro, os robôs vão fazer todos aqueles serviços chatos que a gente não gosta de fazer: tarefas escolares, faxina da casa, levar o lixo para fora, trocar a fralda do irmão menor? Manda o robô fazer! Mas alguém precisa saber programar bem essas criaturas, senão elas se rebelam um dia por fazer tanto servicinho chato! E um robô que dá pau é bem mais perigoso que o seu PC...

HISTORIADORA TEMPORAL
Essa excitante profissão inclui viagens ao passado para pesquisar coisas como quem descobriu o Brasil: Cabral ou os Vikings? E quem construiu as pirâmides? Os escravos ou os aliens? E na volta do trabalho, nada como uma passadinha básica no futuro para ver que números vão dar na loteria...

CÉREBRO DE ALUGUEL
Barrigas de aluguéis não serão mais necessárias, pois os bebês nascerão em placentas artificiais, mas como os HDs ainda demorarão 100 anos para ter a capacidade de armazenamento de nosso cérebro, nada mais prático do que alugar parte de nossos neurônios para transportar informações superconfidenciais, já que a internet não vai ser mais segura com tantos hiperhackers e megavírus. O chato é que essa informações extras podem apagar suas memórias da infância, seu primeiro grande amor...

Jerri Dias pensa que no futuro ele não vai mais precisar trabalhar.

 

Nenhum comentário: