domingo, 29 de janeiro de 2012

UM DIA, VOCÊ VAI MORRER – Vídeo arte



Escrito por Timothy Furstnau. Interpretado pelo performer Vito Acconci.

O vídeo está em inglês, mas leia a tradução desse excelente texto abaixo.

Um dia, você vai morrer

De Timothy Furstnau

E então sua vida vai simplesmente acabar, logo ali. Você não existirá mais.

Provavelmente não será bonito como nos filmes ou conto de fada. Talvez algo extraordinário aconteça, mas provavelmente não. Algumas vezes as pessoas ainte tem força suficiente para dizer ou fazer algo significativo momentos antes de morrer. E isso é bonito. Mas é muito incomum. Geralmente, as pessoas simplesmente morrem.

E você também vai morrer.

Algumas pessoas dirão coisas agradáveis para lhe deixar confortável antes de morrer. Outros irão lhe contar histórias malucas de que você não vai morrer de verdade. Mas essas pessoas são apenas legais, não honestas. Porque você vai realmente morrer.

Existem muitas maneiras de pensar sobre morrer, histórias diferentes para contar e coisas diferentes para pensar em como deve ser morrer.

Mas a morte acontece para as pessoas do mesmo jeito, não importa o modo como elas pensam sobre ela.

Todos morrem e cessam de ser.

Porque nós somos tão bons em inventar histórias e acreditar nelas, que você até pode começar a sentir que está morrendo de uma forma que se encaixe em uma de suas histórias.

E isso é normal.

Mas então você morrerá e a história que você tem não vai importar. Quando você morrer, você não conseguir saber se sua história estava certa ou não, porque não haverá nenhuma história ou pessoa para acreditar ou comparar histórias.

Você estará morto.

Você não irá a lugar algum e você não ficará no mesmo lugar, porque não haverá um “você”.

Não vai existir alguma coisa e muito menos existirá nada, porque você não estará lá para sentir o nada.

Não existirá a eternidade porque você não estará lá para sentir a eternidade..

Você estará morto.

E você não será capaz de pensar; “Jesus, eu morri”. Porque você não pode pensar ou sentir ou ser nada além de morto quando você está morto.

A morte pode acontecer a qualquer momento.

Às vezes bebezinhos morrem. Às vezes mamães e papais morrem. E quando as pessoas ficam muito velhas, depois que viveram muito, elas morrem.

E você também vai morrer.

Às vezes dói quando você more, e em outras ocasiões as pessoas não sentem nada. Nós só sabemos o que as pessoas dizem e fazem um pouco antes de morrer.

Depois que você morrer, você não sentirá nada. Nem mesmo dor.

Mas as pessoas que estiverem vivas quando você morrer podem ficar tristes quando você se for. E isso é normal.

As pessoas amam outras pessoas e geralmente dói quando uma pessoa que amamos morre. Nós até mesmo nos confortamos com histórias de que a pessoa não está realmente morta. E isso também é normal.

Mas claro, todo mundo morre.

E você também irá morrer.

Quando você diz “Eu quero isso” ou “Eu sinto isso”, você está falando sobre si mesmo... Você pode pensar que é diferente do resto do mundo ou pode pensar que você é apenas uma pequena parte do mundo. Mas quando você morrer, você morre e assim morre sua visão do mundo. E então você não terá um mundo ou um Eu ou quaisquer pensamentos sobre quaisquer dessas coisas porque você não existirá. 

Quando você morrer, você não se sentirá mais triste, não se preocupará mais, você não se importará com mais nada, não vai querer nada. Você nem mesmo poderá apreciar estar morto, porque você não será nada, apenas morto.

É por isso que você deveria amar a vida.

Existem muitas coisas na vida que parecem ruins, mas desde que a vida é algo que acontece apenas uma vez, e existe apenas um “você”, ame a vida enquanto pode. Não importa o que aconteça.

Se você se sente triste, pelo menos você pode se sentir triste. Se você está precoupado, pelo menos você pode ficar preocupado. Você existe. Você está vivo.

Se você amar a vida dessa forma, quando chegar a hora de morrer, você ficará feliz porque a morte é o final perfeito para a vida. A vida só é boa porque a morte dá fim à ela.

Então viva e ame a vida…

Porque você não tem como saber quando, como ou porque, mas desde que você está vivo...

Você vai morrer.


Nenhum comentário: