segunda-feira, 16 de abril de 2012

CAPRICHO 1048



                                          Dia dos Namorados passou e o cara-de-pau não te deu nenhum presente?!
                                                                        Então descubra aqui como dar um...

                                                                          PÉ NA BUNDA DO FOFUCHO!


PLANO 1: FAÇA PROGRAMAS DIFERENTES

Se ele adora futebol, skate, essas coisas, comece a convidá-lo para programas culturais tipo idas à museus, galerias de arte, concertos de música clássica. Ele vai achar tudo um tédio e nunca mais vai querer fazer programas contigo. Já se ele adorar programas culturais, leve ele para uma final de campeonato, daqueles que dá briga entre o time, entre os torcedores e no calor da batalha aproveite para discutir a relação e brigar com ele também.

PLANO 2: SINTOMAS ESTRANHOS

Quando estiver sozinha com ele, deixe ele falando sozinho e fique com olhar vidrado. Quando ele perceber que você está out, dê uma tremida, faça um barulho estranho com a boca e deixe escorrer muita baba. Vá aumentando o número de “ataques” e o tempo de duração deles gradativamente. Conte para ele que sua bisavó tinha a mesma doença e que seu bisavô acabou seus dias limpando a baba dela pela casa toda.

PLANO 3: BRINCANDO DE GRÁVIDA

Todo mês diga que sua menstruação está atrasada e discuta com ele o que vocês farão, qual o nome da criança, onde vão morar, como ele vai sustentar a criança, essas coisas. Esse até pode demorar um pouco para ele sair correndo, mas você se diverte muito mais colocando minhoca na cabeça dele.

PLANO 4: VIRANDO A MESA

Ele é Mano? Vire Emo! Ele é Emo? Transforme-se em Patricinha! Ele é Punk? Raspa tudo, vira Skinhead! Ele é Metaleiro? Caia nos livros e compre óculos de Nerd! Ele é Nerd? Vire Rastafari e leve-o para shows de reagge! Ele é Hippie? Vire Otaku e só fale em japonês! Ele é ativista político? Seja alienada! Ele gosta de Coca-Cola? Compra só Pepsi! Ele quer transar? Vire a menina enxaqueca!

                                                     Jerri Dias conhece esses planos por experiência própria.

                                                                                             Coluna amorosa sugerida pela leitora Bárbara Wendel, de Goiânia.

Nenhum comentário: